facebooklikebutton.co

Costa Rica um paraíso

Costa Rica um dos países mais gay friendly das Américas! Leia Mais >>>

Gaycast #!

DQOGG também em áudio! Leia Mais >>>

 

TRANSformando: O corpo

Discutimos a sexualidade, identidade de gênero, sexo biológico. Nestas discussões entra o corpo. Mas pensamos nele apenas caso sejam feitas alterações. Se sua identidade de gênero for correspondente ao seu sexo biológico, provavelmente não questiona muito seu corpo. Talvez pense no seu peso, na sua altura, tamanho do seu pênis.

Mesmo sem sentir a necessidade de alterar o corpo para corresponder a identidade de gênero, é importante pensar o quão definidor ele pode ser. Estamos tão acostumados com a ideia de identificação do gênero através do corpo que deixamos de nos questionar. O que ele realmente significa?

Não estou dizendo que você talvez seja trans, e não tenha se permitido repensar seu corpo. Mas talvez você seja.

Repensando a relação, trans ou não, passamos a ter uma visão mais clara com relação a nossa identidade, e uma maior compreensão da identidade trans.

Existe a visão biológica do corpo, assim como no sexo, mas também existe a visão social. Muitas de nossas interações, relações, comportamentos, são definidas por ele.

Os corpos não apenas biológicos, são também resultados de interações sociais, culturais. É possível pensar nas suas “extensões” como parte do mesmo. Roupas, acessórios, acabam integrando os corpos que vemos, assim como gestos, comportamentos, falas, crenças. Funções biológicas, como a gestação, também são associadas a forma. Mas é possível que transhomens, com forma corporal masculina, engravidem. Pois possuem úteros. Esse é um dos exemplos mais fortes da quebra dos padrões impostos, da apropriação corporal.

A forma corporal é tomada como uma justificativa para a binaridade de gênero que nos é imposta. Definem nossos corpos antes que possamos construí-los de forma completa. Limitam o que podemos acrescentar, mudar.

Por isso é preciso repensar nossa relação. O que engloba sua construção corporal, e suas expressões, foi imposto? O que você faz com ele já foi predefinido? Você se apropria de seu corpo? Ele define sua sexualidade, identidade de gênero, comportamentos, expressões. Ou você define?

 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.