facebooklikebutton.co

Tag Archives: paquera

Como paquerar o boy via Facebook

Como chegar num boy via Facebook sem parecer doido:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

“Olá a todos,

Minha dúvida é a seguinte: Como puxo assunto no Facebook com um desconhecido gatinho?

Bom, mais especificamente, há algum tempo eu adicionei um carinha no Facebook e venho acompanhando as postagens dele, assim como as anteriores. Acompanhei o sofrimento dele, dificuldades na vida etc… Tudo em postagens dele e eu não sei por que, mas comecei a me importar. Toda vez que eu vejo uma postagem dele falando de sofrimento e tristeza, me sinto mal, e com vontade de fazer algo. Eu percebi como o sofrimento o afeta e como o coração dele é enorme com as pessoas, e queria conseguir ajudá-lo, mas o problema é que eu nunca falei com ele, apenas acompanhei a vida dele pelo Facebook, mas quero me aproximar dele e não sei como fazer, não quero parecer um idiota e nem um “louco”. Mas a verdade é que me importo com ele, e o sofrimento dele me corta o coração de verdade. Ajudem-me a conseguir falar com ele? Quero-o bem e feliz!”.

Guilherme, 20. SP

 

MOLIER, se juntar o ‘Sherlock Holmes’ e o ‘007’ não dá você! Isso que é fazer uma força-tarefa para stalkear a vida alheia. Isso que é interesse em alguém! Tenho até medo…

Seguinte, se eu fosse esse moço sofredor, te acharia doidão caso viesse me paquerar com um papo do tipo “Vi que você ta sofrendo muito e bla bla bla” ou “Oi, tudo bem?”. Ao que ele reponderia “Não”. E você “é, eu sei, leio tudo o que você posta!”.

Além do mais, na boa, tem gente que adora se fazer de vítima e AMA um drama sem fim! Eu prefiro cair fora desse tipo de cilada. Mas, já que você espia tanto o que acontece com esse ser cheio de sofreguidão… Talvez seja melhor ver o que acontece. Vai que tu serás responsável pela felicidade eterna desse boy.

Simplesmente, puxe assunto com ele, ué. Sem expectativas, sem dramas. Comece pelo básico “Oi, tudo bem?”. E vá desenvolvendo… Se ele for seco e não responder logo, não insista. Dê uns dias e tente de novo. Comece perguntando “Oi, pode falar?”. Para ver se o boy está ocupado. Depois de algumas conversas, se achar que há brecha, comente UMA postagem recente dele sobre algo que o tenha chateado. Depois o chame por inbox e pergunte como pode ajudá-lo.

Se ele aceitar ajuda, ajude. Não adianta de nada oferecer e deixar na mão depois.

E, bom, me sinto na obrigação de te dizer: SE O PROBLEMA DELE FOR GRANA, não ajude, a menos que você tenha dinheiro sobrando e não se importe em emprestar/doar dinheiro a estranhos. Aqui vão mais três dicas:

  1. Não espere receber essa grana de volta, porque provavelmente ela nunca voltará.
  2. Não espere conseguir ficar com o cara só porque emprestou dinheiro (ou mesmo deu uma palavra de fé e alegria a ele), agir com segundas intenções, nesse caso, torna você um escroto.
  3. Se ele demorar a responder e te esnobar quatro vezes seguidas, exclua o moço do Facebook e siga sua vida. Ele não quer nada contigo. Vá paquerar outro e viver sua vida.

Beijas, L^^e!))).

Leia também:

Ele sofreu violência doméstica, e agora?

Como lidar com um rolinho que sofreu violência doméstica

484517_45504101

Estou começando a me relacionar com um rapaz que viveu um difícil relacionamento, no qual sofreu inclusive violência doméstica, se casou com o primeiro e único namorado até então, e ao que tudo indica o ex-namorado tinha sérios problemas emocionais e psicológicos. Obviamente toda esta experiência, um tanto quanto traumática deixou marcas, e embora seja um rapaz de ótimo coração, carrega certa amargura, que logo notei e por ela me encantei.

O que ocorre é que estas dificuldades nos afastam, ele sempre reclama que está de mau humor, que está triste, e não raras vezes deixa de atender minhas ligações, de responder minhas mensagens, etc. Soa como desinteresse da parte dele, e a grande dúvida que tenho é:

Será que não é realmente falta de interesse? Até quanto devo relevar traumas passados?

 Até concordo que todos precisam de um tempo sozinho, mas eu não o saturo, posso ser um pouco pegajoso, mas tenho dosado bem este lado da minha personalidade. Não quero e nem posso viver um relacionamento sozinho, vocês acham que estão acontecendo isto, ou estou exagerando? Meninos, obrigado pela opinião, mesmo que no escuro. Abraços.

Lucas – RJ :)

MOLIER ia fazer uma piadinha sem graça para partir a torta de climão que senti se formar neste Blog quando li sobre a parte da violência doméstica, mas melhor não.

  1. Nós todos temos traumas na vida. Em diferentes níveis e por inúmeras razões, mas “descontar” nos outros e esperar que TODO mundo se vire e conviva bem com eles é egoísmo.
  2. Esse moço pode muito bem procurar um terapeuta ou psiquiatra e tentar superar esse trauma.

Mas, você, na qualidade de talvez, quem sabe, futuro marido, tem que pegar leve sim, ter paciência sim e aconselhar/apoiar o moço no tratamento sim.

Agora, esse lance de não atender suas ligações e sumir está estranho… A não ser que ele seja esquizofrênico ou algo assim, do tipo que vive em um mundo diferente, trancado em devaneios etc,… Dai está perdoado. Mas se for esse o caso, fuja, MOLIER! Corra para as colinas!

No mais, acredito que todo mundo tem direito a privacidade e a momentos a sós, e até a sós com amigos, saca? Se você está se policiando para não ser grudento e entende que everyboy needs a little space… Não acho que o caso é que a gay está se sentindo sufocada e por isso te dá perdidos. CUIDADO! Esse pode ser mais um caso de “vou manter esse trouxa on hold aê, dar uns perdidos e assim ele fica na minha enquanto saltito com outros por aê”.

Como tirar isso a limpo? CONVERSANDO COM A GAY. Pessoalmente, olhos nos olhos… Sem pressionar, apenas troque ideia sobre o que você quer dessa relação, sobre o que ele quer, se o querer for o mesmo, se ele te pedir cuidado e atenção, e se você estiver disposto a aceitar essa gay como ela é e ajuda-la a melhorar em um relacionamento amoroso, eu vos declaro marido e marido!

Boa sorte, miga! Beijas!!!

L^^e! ))).

P.S.: Denuncie a Violência Doméstica SEMPRE: Disque 100 (Disque Direitos Humanos) 24 horas por dia. Inclusive nos feriados, recebe registros de violência contra mulheres, crianças, adolescentes, portadores de necessidades especiais e grupos considerados vulneráveis.

))) Mais informações AQUI.

P.S.2: Viu que interessante essa campanha contra a violência doméstica na África do Sul?

Leia também:

Dicas para o primeiro encontro gay

Tenho algumas dúvidas sobre encontro gay

encontro gay

“Tipo, já fiquei com outros caras, mais nunca cheguei a marcar um encontro, e estou na dúvida de como deve rolar, já que é um encontro gay, por que a noção de encontro é aquele tiro onde o homem paga as coisas para a mulher. E tenho essa dúvida: como deve ser feito isso? Cada um paga o seu? Já que vamos ao cinema, devo pelo menos pagar a entrada?  Tenho medo de ofendê-lo com isso, tentando ser gentil..

E também estou um pouco nervoso, já que é meu “primeiro encontro” e ele está bem perto de se realizar, já conversamos bastante do que ele faz, curte e tenho medo de ficar um clima meio chato por falta de papo, e tipo no primeiro encontro devemos sair da “zona hétero” pra ficar?

Agradeço desde já! Pedro.

Oi, Pedrones, blz?

Não confunda a cabeça rotulando seu encontro pela orientação sexual de vocês.

Pense assim: um encontro com outro ser humano deve ter, no mínimo, respeito e consideração, foda-se o que as pessoas envolvidas fazem entre 4 paredes.

É bom partir do princípio de que o cidadão tem dinheiro para sair de casa, se não, não deveria ter topado o encontro contigo. Mas, existem pessoas que saem esperando que os outros paguem as despesas.  Acredite… Já namorei um ser assim. E te digo de antemão, se perceber que é esse o caso, fuja para as colinas ou simplesmente diga “ai, desculpa, preciso ir para a casa porque esqueci a panela de feijão no fogo”. Fuja de gente interesseira.

Enfim, se você não sabe se ele tem dinheiro para pagar a conta, pergunte educadamente. Ou, melhor do que perguntar, é simplesmente pagar a conta logo. Se ele ficar chateado com a situação, você diz que ele pode pagar a pipoca. Entende?

Cada um paga por uma coisa durante o encontro. Para mim, o ideal é que cada um pague o seu… Vocês estão no primeiro encontro, não é namoro ainda. Quando há um relacionamento sério, é normal um bancar o outro quando a grana está curta etc… Mas, acho legal se isso for algo natural e não combinado… Você ser espontâneo e pagar os ingressos e ele ser espontâneo e pagar a pipoca e o refri… Agora, se ele realmente fizer um grande caso e ficar chateado por você ter pago os ingressos, combine com ele que a pipoca fica por conta dele ou que a próxima sessão de cinema fica por conta dele…

Sobre a falta de papo: é um medo comum. Se ficar um silêncio chato, se esforce para puxar conversa. Sobre estudos, seriados, livros, filmes, música etc… Assunto é o que não falta.

Sobre onde beijar o boy: vocês correm menos risco de apanhar de algum homofóbico se rolar beijo no escuro do cinema ou em um lugar gay friendly. E é bom se atentar ao fato de que, talvez, o boy tenha vergonha/medo de beijar em público. Então, se o encontro for bom, estique para um bar LGBT ou gay friendly depois…

Espero ter ajudado!

Beijas, L^^e!)))

Leia também:

Gays gostam de que? Ele é gay?

Gays gostam de que afinal? De tudo!

gays gostam

Sou da Bahia, tenho 18 anos e conheci um garoto da minha escola, ele é do 2º ano e eu do 3º.

Nós começamos a nos conhecer e a virarmos grandes amigos, ele gosta das mesmas coisas que eu como Glee, Britney Spears, Lady Gaga, Harry Potter, entre outras divas do pop. Comecei a gostar dele, gostar mesmo. Muitas vezes penso que ele gosta de mim, pois na época em que não nos falávamos muito ele até disse que tinha um pouco de vergonha de falar comigo, mas outras vezes parece que ele é hétero mesmo. Nós conversamos muito, por SMS, pelo Facebook, na escola, etc.

Muitas das minhas amigas já me disseram que ele ‘tem jeito‘, que gosta das ‘coisas básicas‘ que os gays gostam, não fala de mulheres e nem aquelas palavras que héteros costumam dizer sobre garotas (gostosas, etc), ele fala somente bonita ou linda, e que é muito estranho o jeito dele comigo, pois ele sempre tem uma forma de falar comigo.

Então a minha dúvida é: deveria arriscar e contar para ele que estou apaixonado ou esperaria um tempo bem maior? Desisto de uma vez? Tenho muito medo de não ter mais a amizade dele, ele me faz muito bem.

 

Desde já, muito obrigado. Preciso mesmo de uma opinião sobre o meu caso! Abraços, adoro o site mesmo!

Richard Nunes, 18 anos – Bahia

estou apaixonado

 

Richard, antes de mais nada um puxão de orelha, mas não muito forte. É mais uma ideia para você pensar.

O que é isso de ‘coisas básicas que gays gostam?‘ Menino, nós gays somos tão diversos em nossos gostos quanto qualquer outro ‘grupo’. Não necessariamente gostamos apenas de Divas do Pop, Glee e afins, sem falar que tem muito hétero que curte essas coisas. Antes de mais nada leia meu texto sobre Do Que Os Gays Gostam, aposto que abrirá um pouco sua visão a respeito.

Se for pensar assim eu não sou gay, já que sou bem diferente dessa ideia que você tem sobre o que os gays gostam! Até curto Glee, mas sou fã de rock, coisa pesada mesmo, não tenho problemas em falar que um mina é gostosa se ela realmente for. Lembre-se: Gays Gostam de TUDO!

Não necessariamente ele é gay mas acho que nesse caso você poderia conversar com ele e falar sobre você antes. Se abrir sabe? Dizer que é gay, que gostaria de contar isso para ele já que o considera bastante, blá blá blá e ver no que vai dar.

Numa dessas, se abrindo e falando sobre a sua homossexualidade, dá abertura para que ele também fale sobre a dele, se ele for gay.

Muitas vezes as pessoas não comentam nada a respeito de si, com medo de que a outra não aceite e saia contando para todo mundo, então você dando o passo primeiro ajuda e dá força para ele também falar.

Lembrete: Se ele for gay, não necessariamente pode se sentir atraído por você, então fique preparado para tudo! Ele se declarar e vocês viverem uma história bacana juntos ou assumir que é gay mas dizer que não rola nada. Não crie expectativas demais, ok?

Beijo e boa sorte com seu paquera.

 

estou apaixonado

Leia também:

Menti pro boy do bate papo gay

Menti pro boy do bate papo gay e agora não sei se adiciono no msn

boy do bate papo gay

Bom, o negócio é o seguinte: eu comecei a acessar uns sites de bate papo de conteúdo sexual. Só pra falar/ver sacanagem, sabe? Nunca me mostrei na webcam, adicionei no msn ou sequer cogitei em conhecer alguma pessoa do chat.  Mas acontece que exatamente ontem apareceu um menino que chamou minha atenção. Ele queria conversar: não falar baixaria, nem se masturbar na cam. Apenas conversar.  A principio fiquei surpreso, mas tudo bem, “‘bora prosear”. E adivinhem? Ele é muito legal, muito fofo e temos muito em comum. Me passou o msn dele e queria que eu adicionasse, dei uma enrolada e disse que adicionaria em breve.

Eis a questão! Devo adicionar? Em geral, eu nunca faria isso! Mas ele era tão… maravilhosamente maravilhoso, sabe? rsrs

O problema é que eu tenho medo de me expor e de levar isso adiante… E pior ainda! Eu menti em muitas coisas, como aparência (até para não me expor) e sei que se eu quiser levar adiante, vou ter que contar toda a verdade, Vocês acham que ele vai ficar bravo? Isso é algo para se ficar bravo?

Mil abraços, João, São Paulo.

Oi João, então, não sabia se ia aí te dar um pedala Robinho ou se apenas te xingava mentalmente daqui mesmo.

MENINO, arrumar pessoas na internet que não queiram fazer sexo/sacanagem é tipo encontrar um Unicórnio! Se a pessoa for bonita, legal e maravilhosamente maravilhosa então… Vixe Maria! Não pode deixar escapar.

Adiciona logo essa gay sensível, amável, que só quer conversar, que surgiu na sua vida internética.

E sim, abra a cam e mostre quem realmente é. Só espero que não tenha mentido muito para o rapaz. Dito que é louro, tem olhos azuis, 1.80, 76 kg, malha, nada, cavalga e até faz malabarismo no farol pra conseguir grana pra uma ong de crianças carentes.

Se mentiu muito, ele vai ficar puto e te bloquear. Simples assim. Enfim, você só saberá o que vai ser disso se conversar com ele novamente, deixe de mimimi.

“tenho medo de me expor”… POR FAVOR! Mostrar o pinto e a bunda na webcam é o quê? Ser discreto e reservado com seu corpo?

Beijas,

L^^e!

 

 

Leia também:

Quero conquistar o cara da escola…

Como conquistar o cara que troca olhares comigo?

olhar gay

“Um dia eu fui ao pátio aí meu amigo me mostrou um cara e falou que ele era gay e tals, e ele me perguntou se eu queria conhecer o cara, e eu disse que sim. Depois disso, eu e o cara trocamos olhares sempre que estamos por perto. Só que está muito difícil eu tentar falar com ele, tipo trocar ideias, porque sempre tem as amigas dele do lado e eu fico muito tímido quando tem pessoas do lado, sabe? Quero privacidade com ele pra eu tentar conquistá-lo. Como faço? E também eu gostaria de ajuda no que eu faço para conquistá-lo? Como irei chegar nele? Eu nunca fiquei com nenhum homem, nem nenhuma mulher. Estou muito interessado nesse cara e gostaria da ajuda de vocês”.

Vini, 16 anos, SP.

Oi, Vini! Parabéns, acho que está no caminho para conquistar esse cara.

Seguinte, não tenho uma dica que fará dar certo conquistar o cara, porque cada pessoa é diferente e o que eu fiz para conquistar TODOS os TRÊS homens que conquistei na vida pode não servir para você. :p

Se não rola de ficar sozinho com ele, fique amigo das amigas dele, daí será mais normal que fiquem todos juntos no “recreio” e, naturalmente, passará mais tempo com ele, até que ambos estejam acostumados com a presença um do outro e bom e tenham algo em comum.

Com a convivência você vai acabar descobrindo mais sobre ele e poderá acabar o conquistando, pois saberá do que ele gosta etc…

Na real, conquistar as pessoas não é difícil, todo mundo quer atenção, carinho e saber que alguém se importa com o que sentimos, pensamos e dizemos… demonstrar interesse já é um grande diferencial.

Boa sorte!

Beijas, L^^e!

Leia também:

Como saber se ele é gay ou não?

Saber se alguém que você paquera é gay é quase mais importante do que saber seu próprio nome

gay

“Oi gente!

Tem um cara novo na minha escola e aconteceram algumas trocas de olhares durante os intervalos. Todo dia. Alguns deles duraram até uns dois ou três e outros duraram por uma fração de segundo. Algumas vezes quando ele percebe que eu estou olhando ele desvia o olhar. Ele aparenta ser gay, só anda com meninas, e tudo mais.

Eis o problema: Ele é tímido, e eu também. Então a gente fica só nos olhares e nunca sai disso. Uma vez quando eu fiquei bem perto dele a gente ficou mexendo no celular o tempo inteiro e nem nos olhamos direito. Estou muito afim dele, mas não sei o que fazer pra rolar. Ele é novato, tímido, nós nunca conversamos, a cidade é pequena… É bem complicado, eu já tentei um sorriso mas não rolou direito. Mas poxa, se ele desse um sorriso eu já saberia melhor o que fazer. Como lidar?

Guga
gay
Oi, Gugalicious, tudo bem?

Seguinte, não existe uma fórmula certa para saber se o cara é gay ou não. E nem se ele está afim de você ou não. O ser humano é doido. Às vezes um cara te olha porque gostou da sua camiseta, do seu óculos, enfim, a gente tende a projetar nossos desejos nos outros. O mais seguro para não levar um fora, principalmente porque a cidade é pequena, é ir com calma.

Okay, os dois são tímidos, mas, infelizmente, por mais que a gente ame que alguém tome a atitude em nosso lugar, como foi você quem escreveu para cá, sou obrigado a te dizer: “DEIXA DE SER MOCINHA E TOMA LOGO A INICIATIVA“.

Não precisa grudar o menino na parede e tascar beijo na boca. Apenas diga “oi”. No dia seguinte diga “oi, tudo bem?”. Não faça as coisas com segundas intenções, esse é o maior problema dos tímidos, ficam presos a intenções e acabam travando e se podando por medo de levar um fora. Tenha em mente o seguinte: “não sei se ele é gay, mas quero conhecê-lo, então, o jeito mais fácil de chegar é sem segundas intenções. Vamos fazer amizade”. Já que ele não desgruda do celular, procura saber de algum app pro celular dele e pergunta se ele tem, se é bom. Fala do aparelho.. é igual ao seu? O que ele mais gosta do aparelho? Puxe assunto…

Aja naturalmente. Se ele for gay, você vai descobrir com o tempo, quando ele confiar em ti e se ele tiver interessado, bom, daí sim você taca na parede e dá uns beijos. Mas não se afobe, primeiro passo é fazer amizade, conhecer… depois disso você pensa em avançar o sinal e transformar a amizade em algo a mais.

Beijas,
L^^e!))).

Leia também:

Como arrumar um relacionamento sério?

Quero um relacionamento sério mas não sei como arrumar um!

arrumar relacionamento sério
“Nunca namorei. Já fiquei com vários alguns caras, mas não passa disso. 3 meses foi o tempo máximo com uma mesma pessoa (e mesmo assim, não era um relacionamento oficial). O engraçado é que, geralmente, fico amigo dos boys. Eu adoro fazer amigos, claro, mas eu to querendo mesmo um namorado (hehe)… Tentei baladas, grupos do face, indicações de amigos, Grindr… e nada! No máximo algumas transas sem compromisso. Alguma dica para que eu consiga fixar um relacionamento?
Desde já, obrigado! E beijoooos pra vcs! 😉
Caio, 23 anos, São Paulo.

Leandro Lan Responde:

Oi, Caio!
Então, vou ficar devendo a dica pra arrumar relacionamento sério. Eu to sem namorar há uns  7 anos…
Mas assim, se você até arruma paqueras e nada vira namoro, pode ser macumbaolhogordoemauolhado. Te recomendo tomar um banho de 7 ervas pra limpar o corpo.
Funciona assim: prestenção na dica do Pai L^^e!
Você compra um pacotinho que vem com as 7 ervas dentro. Tem que fazer pelo menos 3 banhos seguidos, sendo que não pode tomar de domingo. Então, três dias seguidos, a iniciar o banho, no máximo, até quinta-feira.
Após ferver as ervas na água, vc coa e espera esfriar… Quando for tomar banho, se ensaboa e enxagua. DEPOIS joga a água das 7 ervas no corpo, do pescoço pra baixo…e vai mentalizando que isso ta limpando seus caminhos e tirando tudo de ruim da sua vida… mentaliza o que quer também: um namorado pra chamar de seu que seja lindo, gostoso, inteligente, pintudo, fiel, leal, legal, engraçado e interessado na sua vida… NÃO ENXAGUE o corpo depois disso, apenas se enxugue. Faça isso, de preferência, na mesma hora por três dias.
Quem sabe não era isso o que faltava? Quem sabe também o problema não é você, nem uruca em cima de ti, é apenas o mundo que não quer namorar… enfim, não custa tentar, esse banho serve pra arrumar emprego também… e mto mais!
Beijas, L^^e!))).

Leia também:

Fiz a coisa certa ao dar um pé na bunda do cara?

Ele não demonstra muito interesse, é certo dar um pé no cara?

bonitos homens

Bem, o lance é o seguinte, conheci um rapaz no bate papo, ele tem 20 anos, conversamos. Tentamos durante um tempo nos aproximar ainda, mas, só que percebi que ele não retribuía toda a atenção que eu dava, sempre com a desculpa que estava cansado por causa do trabalho, mas poxa vida, será que ao menos no intervalo não dá pra mandar sequer um SMS? Eu mal falava com ele no dia por causa de nossas diferenças de horário.

A solução que encontrei foi cortar logo de vez o lance que havia entre nós, se estou gostando de alguém, acredito que tem que haver reciprocidade. Agora fico me perguntando se fiz a coisa certa ou fui precipitado com tudo, me ajudem por favor, pelo menos um desencano de consciência, toda opinião é valida! Obrigado ^^

Francisco, 18 anos, Pernambuco

Leandro Lan Responde:

Oi, riqueza from Pernambuco!

Serei breve: você agiu correto. As pessoas ficam dando desculpas para si mesmas e para os outros quando não querem fazer acontecer.

As coisas são simples, as pessoas é que as tornam impossíveis. Se ele quisesse algo contigo, iria atrás. Pode até ser que numa intensidade menor do que a sua, mas iria. Não ficaria de mimimi porque trabalhou muito. Tenho uma amiga que conta a história do namoro da tia dela com o tio. O cara atravessava a cidade inteira para ficar no portão com a tia dela, conversando, todo o dia, depois de trabalhar o dia todo. Quando o pai dela a mandava entrar porque estava tarde, ele voltava pra casa de condução, chegava bem tarde e acordava cedo para trabalhar.

Resumindo, quem quer faz não fica de mimimi. Procure alguém que te queira e demonstre isso.

Beijas

L^^e!))).

Leia também:

Como paquerar o boy na faculdade?

Dicas de como puxar assunto com o boy da faculdade

Oi, há pouco tempo me decidi sobre minha sexualidade (um tanto complicada). Minha atração é principalmente por meninos, entretanto, sou muito reservado e depressivo.

Então vamos a pergunta. No primeiro dia de voltar as aulas me dei de cara com um menino que me fascinou desde então, eu fico dando pequenos (mentira, são muitos) olhares pra ele e eu percebo que nossos olhares se encontram, ai vem os típicos sintomas: meu coração dispara, minha garganta fica seca, eu fico muito nervoso e distante. Pois é, eu queria saber a melhor forma de puxar assunto com alguém totalmente desconhecido. Eu quero muito conhecer ele !

PS: adoro o DQOGG ! ^-^
     Miller,  18 anos, Parnaiba

Leandro Lan Responde:

paquera gay na faculdade

Olá, Miller!

Para perder a timidez e puxar assunto com o gatinho da faculdade não precisa ser um gênio, nem ser o cara mais descolado da classe.

Cá entre nós, amaria ter  feito alguma piada sobre teu caso, mas agora ta rolando toda uma preocupação da Peagata com um tal de SEO no blog e num posso ficar de bla bla bla. Tudo pra que quando alguma outra gay amiga fique angustiada e jogue no Google: “como puxar assunto com o gatinho da faculdade?” apareça este post aqui. Enfim, me sinto podado, mas depois do momento desabafo, vou continuar com sua resposta.. Vamos às dicas de como puxar assunto com esse menino da faculdade:

Todos esses sintomas só aparecem em você porque tu criou muita expectativa. Tente ficar de boa e puxar assunto normal com ele, como faria com qualquer outra pessoa da classe. Para começar, converse sobre as aulas mesmo. Naturalmente, algum outro assunto irá surgir e quando menos esperar já vai estar trocando ideia com ele todo dia.

Daí é só ficar esperto e ver se o menino é gay ou não. Se for, e estiver solteiro, é hora de pensar num programa legal para chamá-lo e demonstrar que seu interesse não é apenas como amigo. Faça as coisas com calma. Ser afobado não ajuda em nada. Pense por etapas. Primeira fase = puxar assunto sobre as aulas/trabalho/prova; depois é só avançar.

OBS: Você mandou o e-mail em outubro e sua vez chegou só agora, espero que já tenha resolvido esse assunto… Mas 2013 está começando, caso não tenha resolvido… Tem um ano inteiro para botar seu plano em prática!

Beijas,

L^^e!))).

Leia também:

Facebook

Twitter