facebooklikebutton.co

Costa Rica um paraíso

Costa Rica um dos países mais gay friendly das Américas! Leia Mais >>>

Gaycast #!

DQOGG também em áudio! Leia Mais >>>

 

Nome Social no Cartão Nacional de Saúde

Nome Social – Uma vitória das Trans

Campanha Nome SocialO Ministério da Saúde anunciou que a partir de 29 de janeiro travestis e transexuais terão o direito de usar seu nome social no Cartão Nacional de Saúde, uma grande vitória para todXs!

Através de uma ação como essa o Ministério da Saúde legitima a identidade de milhares de travestis e transexuais do Brasil, além de contribuir diretamente para a redução do estigma, preconceito e discriminação social dessa parcela da população.

Ontem foi o Dia Nacional de Visibilidade Trans e foi essa a forma que o Ministério da Saúde resolveu comemorar, dando esse presente nessa data tão importante. Ponto para o Ministério da Saúde!

Embora você tenha o registro no sistema dos dois nomes, agora deverá aparecer impresso apenas o nome social. Isso, sem dúvida nenhuma, é uma conquista importante. É o Estado brasileiro e a república brasileira reconhecendo o direito de que o nome social é o verdadeiro nome da pessoa e que não existe a duplicidade‘ disse Odorico Monteiro secretário de Gestão Estratégica e Participativa.

Um cartaz foi criado e será distribuído nos serviços de saúde e pretende estimular um atendimento acolhedor às travestis e transexuais.

Quem ilustrou a campanha do Nome Social no Cartão de Saúde foi a Fernanda Benvenutty, a representando social das travestis e transexuais do Conselho Nacional de Saúde.

A saúde tem sido precursora para a campanha dos direitos da minoria. Quem se sentir ofendida pelo atendimento prestado deve ligar para o Disque Direitos Humanos, disque 100‘, diz Fernanda.

Ter seu nome social é um direito, até porque muitas travestis e transexuais se sentem envergonhadas em utilizar seu nome de nascimento para qualquer coisa.

Gostaríamos que todos os gestores municipais que agora iniciam seus mandados se conscientizem da importância do bom acolhimento que essa população precisa ter nos postos de saúde. A visibilidade é um dos caminhos para que a saúde possa contribuir para a redução da vulnerabilidade social a que essa população está submetida‘, ressaltou o secretario Jarbas Barbosa

Uma grande vitória na luta por direitos iguais da comunidade LGBT!

Deixe uma resposta