facebooklikebutton.co

Costa Rica um paraíso

Costa Rica um dos países mais gay friendly das Américas! Leia Mais >>>

Kevin Zegers

O lindo de Os Instrumentos Mortais - Cidade dos Ossos Leia Mais >>>

 

Dúvidas e mais Dúvidas – Parte 2

Continuando>>>

Deste do dia q me “apaixonei” por um garoto gay que estava no meu ônibus, passei a desconfiar de mim e para tirar a dúvida comecei sair com outros caras, já que pouquíssimas garotas me despertam algum interesse.

Resultado: REJEIÇÃO. Não fui rejeitado por todos. No começo estavam afim e até rolaria alguma coisa legal, mas, por algum motivo eu recebia um super fora! Simples assim, não me respondiam mais e nem falavam mais comigo, muitos queriam apenas sexo.

Eu fiz algo de errado? Qual o problema em eu gostar de mim o suficiente para não sair por ai pegando o primeiro que passa na frente? O que acontece que a maioria só quer sexo? Procurei no lugar errado, não foi? Encontrei apenas caras em momentos assim: só querem curtir, dane-se se é uma pessoa, se tem sentimentos.

O que acontece? NOJO! Não é novidade pra ninguém que muitos homofôbicos são gays que não conseguem se libertar de seus preconceitos, e é nesse tipo de pessoa que aos poucos estou me tornando.

Fazendo provocações, vinganças, estimulando a violência (sim, amo lutas e guerra), humilhando, perseguindo, estraçalhando e destruindo tudo que me causa esse nojo e raiva cada vez mais profundo, porém muito bem resumido em uma única palavra: homofobia.

Mas é claro q eu não quero ser uma pessoa assim né?

Nemo, via e-mail

Continua>>>

Peagá Peñalvez responde:

Olá Nemo, olha eu aqui de novo respondendo a sua pergunta. Disse que iria dividi-la em mais de um post, porque seu e-mail é um pouco grande, né??? Mas o que importa é responder a todas as suas dúvidas.

Todo mundo é rejeitado um dia, é INVETIVÁVEL. O que muda de pessoa para pessoa é a forma como ela lida com isso. Alguns tocam a vida normalmente, e vão tentando até conseguir achar alguém que vale a pena. Eu sou assim. Tenho 32 anos, já passei por MUITAS desilusões amorosas [inclusive fui casado com um cara], já tomei PÉS NA BUNDA ÉPICOS, já fui trocado por ex-namorado, e estou aqui na luta e esperando achar um cara bacana. Sou um eterno romântico e otimista.

Por outro lado há pessoas como você, que se revoltam e olham a vida de uma forma negativa. Tornando seus pensamentos cada vez piores. Pior é que você tem desenvolvido um ÓDIO específico contra gays, o que pode trazer complicações sérias para sua vida. Como você pode se amar, e consequentemente amar outras pessoas e ser recíproco se você se odeia e as odeia???

Será que não é por isso que as pessoas te dão um pé na bunda??? Não sei se você acredita nisso, mas cada um tem um tipo específico de energia. Quando estamos de bem com a vida, nossa energia é suave, calma e atraí coisas boas e pessoas boas. Quando queremos chutar cachorro morto, arrancar a cabeça de alguém… acabamos repelindo as pessoas bacanas e atraindo apenas os problemáticos. Sacou???

Não é errado gostar de si mesmo. Aliás é muito correto se amar e se dar o valor necessário, mas tem que tomar cuidado para não se SUPER VALORIZAR e tornar-se ARROGANTE. Ninguém é obrigado a ficar com ninguém, mas as vezes ser tolerante com os defeitos do outro é bom, porque isso abre margem para ele ser tolerante também com os seus. Homem perfeito não existe, e o que existiu foi pregado em uma cruz há 2 mil anos por seus semelhantes.

Ainda não sei muito bem o porque dos gays se focarem mais em sexo do que em relacionamento, também gostaria de entender isso. Sério mesmo. Não há lugar errado para procurar alguém, há atitudes e situações erradas.

Pelo seu e-mail e lendo seus comentários percebi que você é uma pessoa de temperamento forte e de opiniões bem rígidas [corrija-me se estou errado], daquelas que não aceitam as opiniões dos outros… Já fui assim quando tinha a sua idade, pensava que o que eu pensava era certo, a verdade absoluta. Aprendi com o tempo, que mesmo as pessoas não dividindo os mesmos pensamentos e formas de pensar não tem que ser estraçalhadas, humilhadas ou perseguidas. Tenho consciência que não sou perfeito.. Talvez você precise ser um pouco mais TOLERANTE com o que é diferente de você, porque não falo apenas quanto a gay e heteros, mas falo de pensamentos diferentes, etnias diferentes, ou qualquer outra coisa. Pode ter certeza que você irá tirar um peso de cima de seus ombros, e sentirá sua vida mais leve.

Aprendi uma coisa quando era escoteiro, com o meu Mestre Pioneiro: Se você sempre age da mesma forma para solucionar um problema e ele nunca se resolve, está na hora de você mudar a forma de pensar e procurar outras soluções. NÃO TENHA MEDO DE MUDAR.

Ou clique AQUI

2 Responses to Dúvidas e mais Dúvidas – Parte 2

  1. Eu? says:

    errou feio, eu aceito a opinião dos outros (eu so ignoro qdo elas não me agradam, o q é diferente de não aceitar ;D)

    sobre ser mais tolerante, isso é bem verdade, basta coisas muito simples para me tirar do serio (jogar lixo no chão deveria ser punido com chibatadas!)

    Tolerar é dificil, talvez eu consiga ignorar…

Leave a Reply

Facebook

Twitter