facebooklikebutton.co

Costa Rica um paraíso

Costa Rica um dos países mais gay friendly das Américas! Leia Mais >>>

Gaycast #!

DQOGG também em áudio! Leia Mais >>>

 

Dica de filme: Toda Forma de Amor

[twitter-follow screen_name=’JaderPlanoB’ show_count=’no’]

Quando me indicaram o filme “Toda Forma de Amor” para assistir e postar aqui no blog, eu nem imaginei que fosse o filme “Beginners”, lançado no ano passado e estrelado por Ewan McGregor e Christopher Plummer. Eu não havia assistido ao filme, o que foi ótimo, visto que eu queria muito conhecer o novo trabalho de Mike Mills.

Em “Toda Forma de Amor” somos apresentados a Oliver Fields, personagem de Ewan McGregor, um artista plástico com uma vida meio sem graça. Oliver perde sua mãe e 5 anos depois seu pai lhe faz duas revelações: Hal, brilhantemente interpretado por Christopher Plummer, tem câncer e é homossexual.

Ao mesmo momento em que, no auge de seus 38 anos, se descobre apaixonado pela atriz francesa Anna (personagem de Mélanie Laurent), Oliver tem que lidar com a doença, com o relacionamento de seu pai com um homem mais novo – e com algum tipo de “problema mental” – e ainda “construir uma nova vida”, ao lado de seu cãozinho.

O título original do filme é completamente adequado a história, diferente do título nacional que não é ruim. Para mim, “Beginners” é um filme sobre iniciar a vida. Pois ao mesmo tempo em que o personagem de Ewan McGregor tem de lidar com a doença e com o início da nova vida de seu pai, ele tem que lidar com sua nova paixão e ele não sabe como fazer isso.

O mais impressionante da história é que Oliver é ciente sobre o relacionamento de seus pais, mesmo quando criança ele sabe que percebe que existe algo de errado na relação deles e isso é mostrado em forma de flashbacks. A partir dessas lembranças o personagem principal consegue, com ajuda de sua mãe que ainda vive em seus pensamentos, tentar construir sua nova vida.

Hal, o personagem de Christopher Plummer, esbanja coragem ao sair de um relacionamento de anos (sua esposa morre) e decidir “sair do armário”. Interpretação que rendeu indicações ao Globo de Ouro, ao Screen Actors Guild Awards, ao Independent Spirit Awards, ao Critics Choice Movie Awards e ainda ao National Board of Review, como Melhor Ator Coadjuvante, sendo que Plummer saiu premiado nos dois últimos.

Toda Forma de Amor é um filme sobre recomeçar a vida, sendo esse recomeço só mais um passo, ou uma mudança geral. Escrevo sobre ele aqui por acreditar que, sendo heterossexuais ou gays, todos temos o direito de usar nossas próximas páginas para simplesmente ser feliz.

Acesse o blog do Jader Plano B

Leia também:

3 Responses to Dica de filme: Toda Forma de Amor

  1. Erika disse:

    Ja vi esse filme e eh otimo! Super recomendo pra todo mundo.

  2. fael_disk disse:

    Esse filme é muito bom!
    Pra quem curte um filme
    mais alternativo é perfeito e o
    Christopher P está incrível no papel.
    Super Recomendo!

  3. […] Christopher Plummer, aos 82 anos ganha o Oscar de ator coadjuvante com a personagem gay do filme Toda Forma de Amor, destaque na coluna do Jader nessa última sexta feira. Leia a matéria AQUI. […]

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.