facebooklikebutton.co

Costa Rica um paraíso

Costa Rica um dos países mais gay friendly das Américas! Leia Mais >>>

Gaycast #!

DQOGG também em áudio! Leia Mais >>>

 

Cura Gay e Marco Feliciano: A manobra política

Cura Gay e as desculpas políticas

cura gay

Se você está por dentro da luta contra a instauração da cura gay no Brasil deve saber que por mais que não seja ele o criador do projeto, Marco Feliciano encabeça a luta por tais mudanças em nosso país. No vídeo ele deixa claro que o projeto não é dele, talvez para tirar seu próprio cu da reta, já que esse projeto da cura gay tomou tanta repercussão.

Fiquei estarrecido ao assistir um vídeo do pastor Marco Feliciano inventando inúmeras desculpas e embustes para que a população acredite que tal proposta não passa de um cuidado para que gays e lésbicas tenham atendimento psicológico caso se sintam infelizes com sua sexualidade.

Poupe-me de desculpas e manobras políticas, isso não passa de mentiras para mudar o foco e criar uma falsa preocupação com a comunidade gay brasileira.

No vídeo, Marco Feliciano declara que a imprensa que levou o projeto para esse lado e que nós gays estamos equivocados quanto a verdade disso. Será que ele pensa que somos como suas ovelhas e somos enganados assim tão facilmente? Está tatuado ‘burro’ na minha testa?

A verdade sobre esse projeto da cura gay é que a ala fundamentalista que uma brecha na resolução do Conselho Federal de Psicologia realizar a ‘conversão‘ de gays em héteros, algo completamente irreal e mentiroso.

A ideia pelo que entendi nesse embuste todo é deixar que psicólogos tratem gays e lésbicas alegando um tratamento psicológico para aqueles que não aceitam sua sexualidade e, claro, no meio disso realizar o tratamento de cura gay. Quem fiscalizará isso? Você tem certeza que psicólogos cristãos não usarão dessa manobra para tentar foder curar gays?

O engraçado é que nem interpretar tal resolução do CFP eles fazem. Nenhum psicólogo é proibido de tentar ajudar um gay ou lésbica a sentir-se confortável com sua sexualidade, tal resolução não proíbe isso [que fique bem claro], o que proíbe é tratamentos de cura gay.

Marco Feliciano sabe falar, tem uma oratória incrível tenta enganar a população nesse vídeo e ainda deixa claro que pretende retirar o parágrafo: Parágrafo Único – Os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que propanham tratamento e cura de homossexuais.

Com a retirada desse parágrafo sairia a palavra ‘cura gay‘ mas também abre espaço que se um psicólogo acredita que a homossexualidade é uma doença psíquica poderá tratá-la como tal.

Não somos burros pastor e sua manobra política não nos engana! Eu digo NÃO a cura gay!

Leia também:

6 Responses to Cura Gay e Marco Feliciano: A manobra política

  1. Pense por um segundo só nisso:
    O tratamento para pessoas que não são felizes com sua sexualidade, existe desde a aurora dos tempos. É uma recondicionamento, e nunca foi ilegal.
    O que quer ele pemitindo algo que NUNCA FOI PROIBIDO… e pior, por que chamar de cura gay quando na verdade é um tratamento para “sexualidade egodistônica”.

    Então os únicos intuitos disso tudo são: auto-promoção e subverter a CID (bem como os princípios da OMS).

    • Concordo quando diz que ele quer se auto promover as custas de gays e lésbicas.
      Até porque o país tem tanta coisa para corrigir, crescer, desenvolver… e ele e outros fundamentalistas religiosos só se pegam a esse tema.

      Darei um gato pra casa um deles, quem sabe como 7 vidas para cuidar eles deixam a comunidade gay em paz?

  2. […] tema homossexualidade voltou como força total para os tabloides depois da aprovação da cura gay pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias, presidida pelo pastorzinho Marco Feliciano. Ele não […]

  3. […] é errado, perversão ou até mesmo doença mental como alguns políticos acreditam e incentivam a cura gay. Muitas coisas ruins estão atreladas a palavra […]

  4. […] Cura Gay e Marco Feliciano: A manobra política […]

  5. […] nome do hospital, Hospital Feliciano Maravilha, seria uma pequena homenagem ao pastor e deputado Marcos Feliciano, que nos últimos tempos é um dos ativistas que lutam para a aprovação do tratamento de pessoas […]

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.