facebooklikebutton.co

Category Archives: Vídeos Gays

Caio Lima: Por que não te interessa?

Caio Lima: O vídeo que movimentou o dia

Caio Lima, o assunto do dia da internet. Agora me responda: Por que as pessoas se interessam tanto na vida alheia? Principalmente na vida sexual alheia?

Ninguém sabe quem é esse Caio Lima. Uns dizem que é um youtubber famosinho, outros que ele é cantor gospel, mas para quem assiste o vídeo, não vê sequer um rosto. Diga-se de passagem o vídeo do Caio Lima não tem nada demais, apenas dois homens transando. Nada que você não faça entre quatro paredes com algum cara.

O que me deixou mais passado foi o sexo sem camisinha do que qualquer outra coisa. Sim, assisti o vídeo do Caio Lima, enviado por Whatsapp, e nem sabia do que se tratava. Explicaram que esse é o assunto do dia nesse mundão da internet.

Parei para pensar um pouco sobre o assunto, tentando compreender algumas coisas e o que me deixa mais incrédulo é essa tal fascinação que as pessoas tem em cuidar da vida cu dos outros! Ainda mais nós gays, que temos a patrulha do cu alheio que se chamam IGREJAS! Já bastam elas para cuidar da vida dos outros, por que nós devemos cuidar também?

Coloque a mão na consciência e reflita em um caso hipotético: Imagina se fosse com você isso tudo? Pense se você fosse o tal Caio Lima Who da vez, com um vídeo seu vazado na internet, compartilhado por milhares de pessoas. Como você se sentiria?

Não importa quem é Caio Lima ou com quem ele transou, ou até mesmo se transou com o sem camisinha. A vida é dele e diz respeito apenas a ele! Esse tipo de problema só acontece porque há compartilhamentos do vídeo. Imagine se você com você ou um amigo seu, como você faria?

Reflita um pouco antes de compartilhar conteúdo assim. As tochas foram acesas para o Caio Lima [?] e amanhã podem ser para você!

Leia também:

Pink Money: H2OH lança Limoneto e surpreende

Pink Money e a propaganda

pink money

Não é de hoje que comento aqui no blog como o Pink Money, leia poder de consumo de gays, lésbicas, LGBTXYZ, tem no mercado, tanto que em outros países há uma infinidade de campanhas publicitárias para a comunidade gay. Eles sabem dar valor e respeitar.

Agora no Brasil a H2OH!, bebida levemente gaseificada lançou uma campanha chamada Affair, convida o telespectador a refletir as relações sociais que fogem dos estereótipos da ‘família perfeita‘ que só existem mesmo nos comerciais de margarina.

O novo comercial retrata dois jovens, com ele preparando o jantar enquanto a ela insinua que está pegando ‘aquela gostosona do trabalho‘. Bacana ver que a homossexualidade também começa a aparecer não apenas nas novelas e programas de tv, mas nas propagandas também.

É importante nos vermos retratados, de certa forma ajuda a desmistificar um pouco a homossexualidade como sendo apenas gays efeminados ou usando calças de couro, mostrar que existem gays efeminados e que usam calça de couro, mas que também há todas as outras nuances… os másculos, fortes, magros, drag queens, ladies, caminhoneiras, sapatilhas…

Há muitos exemplos [fora do Brasil] de empresas que investem no Pink Money: Absolut, Ray Ban, Diesel, Pepsi, Dolce & Gabbana, Virgin e tantas outras.

Em contrapartida temos a marca Barilla Homofóbica, de macarrão, que no ano passado através de seu presidente disse que não representaria nunca gays em suas campanhas publicitárias, que defende o casamento tradicional e pessoas normais. Acho que ele não sabe o que é Pink Money.

Uma coisa é certa: Os tempos estão mudando! Cada dia mais pessoas abrem suas mentes e veem que o respeito a gays e lésbicas é um dever, que ninguém no fundo é diferente e estamos todos juntos e devemos aprender a conviver e respeitar as diferenças. Tudo isso se reflete no mundo corporativo, e de contra partida nas propagandas.

Assista a vitória do Pink Money e da H2OH!:

Leia também:

Stephen Fry entrevista Jair Bolsonaro

Stephen Fry rebate a homofobia de Bolsonaro

stephen fry

Stephen Fry é ator, roteirista, apresentador de televisão, cineasta e comediante britânico que em um de suas andanças pelo mundo parou no Brasil para conhecer a Sra. Angélica Ivo, mãe de Alexandre Ivo, de apenas 14 anos, brutalmente torturado e assassinado por ser gay no Rio de Janeiro.

A entrevista entre Stephen Fry e Angélica Ivo é emocionante. Impossível não assistir seu depoimento sobre o filho e não se emocionar. Quantas mães passam por isso diariamente? Esperam seus filhos voltarem da rua mas esses nunca voltam, todos vítimas da homofobia.

Em contra partida Stephen Fry entrevista o famigerado homofóbico de carteirinha, Jair Bolsonaro, que tenta de todas as maneiras impressionar o entrevistador com suas opiniões arcaicas, preconceituosas e intolerantes, mas Fry não deixa barato e responde a altura de nosso dePUTAdo.

Já pode odiar o Jair Bolsonaro um pouco mais logo nos primeiros segundos da entrevista, onde diz que o jovem Alexandre Ivo pode não ser vítima de homofobia e que militantes usariam essa desculpa para levantar bandeiras a favor dos direitos gays no Brasil.

Jair Bolsonaro

O ápice da ignorância de Jair Bolsonaro é quando afirma que não existe homofobia no Brasil, já que os dados que ele expõe [mentirosos, claro] dizem que 90% dos gays e lésbicas mortos no Brasil morrem em locais de consumo de drogas, prostituição ou mortos por parceiros.

Pior de tudo é ainda ter que ouvir que o projeto engavetado, Escola Sem Homofobia é uma forma de nós gays estimularmos a homossexualidade e recrutar crianças para as trincheiras das boates gays. Sério, nem sei como alguém pode pensar numa barbárie dessas! Qual parte do sexualidade não é ensinada mas inata que ele não entende? Quantos cientista deverão afirmar isso para ele entender?

Antes de dar o play no vídeo de Stephen Fry entrevistando Jair Bolsonaro, conte até 10. Respire fundo e corra atrás de sua paciência, porque é tenso ouvir as asneiras que o dePUTAdo fala, mas ainda bem que Stephen Fry retruca e o coloca em seu devido lugar.

Stephen Fry entrevista Jair Bolsonaro e Angélica Ivo:

Leia também:

Campanha contra Homofobia da ONU

Campanha contra Homofobia: ONU

campanha contra homofobia ONU

O que existe em todos os cantos do mundo, que é acolhido e celebrado em alguns países mas ilegal em 76, em 7 deles é considerado crime e tem como punição a pena de morte? Sim, a homossexualidade!

A ONU, Organização das Nações Unidas luta para que o preconceito, perseguição, torturas e mortes de gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros acabe e através de uma campanha contra homofobia alerta as pessoas do mundo sobre o que acontece nesses países onde a gays e lésbicas são considerados párias da sociedade e mortos com requintes de crueldade.

Quantos gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros são agredidos por seus pais e familiares, expulsos de casa, torturados, intimidados na escola por conta do bullying homofóbico? Dezenas, centenas, milhares… Todos nós conhecemos pelo menos um caso desses.

O secretário geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon diz no vídeo: ‘As Nações Unidas tem uma mensagem simples para as milhões de pessoas LGBT em todo mundo: Você não está sozinho!‘ E não estamos mesmo!

Toda nação do mundo é obrigada pela lei internacional dos direitos humanos a proteger todas as lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros de tortura, discriminação e violência.

E é exatamente contra isso que a campanha contra homofobia da ONU vem lutar!

Assista o vídeo da Campanha contra Homofobia:

Leia também:

Pedido de casamento gay incrível

Pedido de casamento gay: Flash Mob

pedido de casamento gay

O pedido de casamento sempre é algo aguardado por diversas pessoas, muitas chegam a sonhar com o pedido, o local perfeito, a luz, a música… o que dizer de um pedido de casamento gay como esse, onde rola um flash mob? Simplesmente incrível! Isso tudo ao som de Somebody Loves You da Betty Who.

O  casal gay desse vídeo, Spencer e Dustin, é do estado de Utah, nos EUA e foi gravado no depósito da cidade de Salt Lake. A desculpa para levar o namorado para esse local era de escolher uma iluminação para uma festa que eles iriam preparar… E não é que foi realmente uma festa todo esse pedido de casamento gay?

O grupo de pessoas que participam desse pedido de casamento gay são amigos e familiares do casal, que apoiam essa união e resolveram fazer algo especial juntamente com o noivo, que deu a ideia a alguns amigos que toparam de cara ajuda-lo. Incrível quando os pais entram nesse pedido de casamento gay!

pedido de casamento gay

O casamento gay ou hétero é um importante passo na vida de uma pessoa. Algo que deve se pensar, repensar e pensar de novo. Hoje as pessoas acabam pulando muitas fases de um relacionamento, pulando algumas etapas e indo morar logo de cara.

Não sou contra isso, já que conheço casais gays e héteros que depois de um curto tempo de namoro decidiram morar juntos e estão casados faz um bom tempo, mas eles são minoria.

Muitas vezes na empolgação do namoro tomamos decisões impensadas. Aconteceu comigo, depois de um curto tempo de namoro fui morar com um namorado, já falei sobre ele diversas vezes aqui, e realmente o casamento não deu certo. Ok, nem teve pedido de casamento gay, nem festa, nem cartório… mas era um casamento.

Espero que o casal gay do vídeo seja muito feliz, que tenham tomado essa decisão em conjunto e que essa união gay seja eterna, enquanto dure.

PS: Antes de dar o play nesse vídeo, pegue o lenço! Vomitando arco íris!

Vídeo Pedido de Casamento Gay:

Leia também:

Kevin Rudd e o casamento gay

Kevin Rudd e sua visão sobre o casamento gay

kevin rudd

Não pense que apenas no Brasil há religiosos que são contra o casamento gay, em todos os países centenas deles se manifestam contra a diversidade sexual, principalmente quando o assunto é casamento gay.

Kevin Rudd, um político australiano, durante um debate político na época de sua candidatura a Primeiro Ministro da Austrália foi inquerido por um pastor da plateia sobre sua opinião a respeito do casamento gay no país e realmente deu um show de tolerância, compreensão e amor cristão.

O pastor, pensando que Kevin Rudd iria simplesmente desconversar [como a maioria faz] se espantou ao receber uma resposta consciente, direta e a respeito do casamento gay. A cara de espanto do pastor é a melhor.

Kevin Rudd diz: ‘Eu não acredito que as pessoas escolhem a sexualidade. Elas são gays e elas nascem assim. Você não escolhe em determinada fase da vida se você é uma coisa ou outra. É uma parte do que as pessoas são e portanto a ideia de que isso é uma condição anormal é simplesmente errado‘.

Interessante como muitos religiosos fanáticos religiosos pensam que por acreditarem em determinada religião tem o dever de negar os direitos do restante da população por convicções religiosas pessoais. Não sou obrigado a seguir nenhuma religião ou até mesmo acreditar em algo, nem por isso sou obrigado a baixar a cabeça e seguir algo que não acredito.

Uma parte importante e que acredito piamente é sobre o que diz a Bíblia. Se você resumi-la em uma palavra apenas ela será amor. Amar ao próximo, e quando falamos em amor isso inclui respeito, tolerância e mais um monte de adjetivos mas acredito que muitos estão tão cegos com aquilo que seus líderes falam que acabam nem pensando a respeito disso, apenas engolem a seco o que é passado.

Hoje Kevin Rudd é Primeiro Ministro da Austrália e membro do Partido TrabalhistaLabour Party.

Assista o vídeo do Kevin Rudd:

Leia também:

Pau Mole – Maria Rezende

Pau Mole: eu adoro

pau mole

 Oi, tudo bem, como vai?

Alguém ai gosta de pau mole? Não sou lá de poesias, porém me deparei com um trabalho incrível da poetisa e dizedora Maria Rezende, conhecida como Maria da Poesia.

O poema em questão se chama Pau mole e é um dos trabalhos mais conhecidos de Maria Rezende. É divertida a maneira em que ela trabalha as palavras e aborda um assunto nada comum na roda de amigos, a adoração pelo pau flácido.

Algumas pessoas conhecem essa prática como soft dick e existe vários admiradores pelo mundo. Eu particularmente gosto de apreciar um pau mole, sei lá, acho bonito de se ver. Claro que há exceções, alguns não são bonitos nem duro! risos!

Parece loucura isso né, mas como se diz por ai, fetiche é como koo: cada um tem o seu!

Enfim, sem mais demora, prefiro compartilhar o poema com vocês.

Adoro pau mole

Adoro pau mole.
Assim mesmo.
Não bebo mate
não gosto de água de coco
não ando de bicicleta
não vi ET
e a-d-o-r-o pau mole.

Adoro pau mole
pelo que ele expõe de vulnerável e pelo que encerra de possibilidade.

Adoro pau mole
porque tocar um pressupõe a existência de uma intimidade e uma liberdade
que eu prezo e quero, sempre.

Porque ele é ícone do pós-sexo
(que é intrínseca e automaticamente
– ainda que talvez um pouco antecipadamente)
sempre um pré-sexo também.

Um pau mole é uma promessa de felicidade sussurrada baixinho ao pé do ouvido.

É dentro dele,
em toda a sua moleza sacudinte de massa de modelar,
que mora o pau duro e firme com que meu homem me come.

E você, gosta de pau mole?

Assista ao vídeo:

Viu um vídeo gay e deseja compartilhar com a gente? Envie sua dica para o nosso email com o assunto #vídeo.

Leia também:

Corredoras russas se beijam no pódio

Corredoras russas se beijam como protesto

corredoras russas beijo protesto

A situação de gays e lésbicas na Rússia anda de mau a pior, a lei russa que pune a ‘propaganda homossexual‘ pune mesmo, sem falar na população que tomou partido e defendem que gays e lésbicas sejam torturados como forma de cura para a homossexualidade.

Muitos gays são atraídos para lugares ermos e chegando lá membros de grupos neo nazistas os torturam. Muitas vezes nem precisam ser atraídos para lugar nenhum, são torturados em locais públicos, onde ninguém os defendem.

Em contra partida as corredoras russas, Tatyana Firova e Kseniya Ryzhova, subiram ao pódio no Mundial de Atletismo de Moscou, ganharam a medalha de ouro no revezamento 4 x 400 e a surpresa foi grande quando, ao comemorarem a grande vitória trocaram um beijo, como forma de protesto como gays e lésbicas são tratados em seu país.

Acredito que parte desse protesto das corredoras russas foi em resposta a outra estrela do país, Yelena Isinbayeva do salto com vara, que declarou que os atletas de outros países deveriam respeitar as leis da Rússia, principalmente quando são convidados.

Yelena ainda completa: ‘Talvez sejamos diferentes dos europeus e das outras pessoas de terras diferentes, mas quando chegamos a um país diferente, temos de seguir as suas leis. Homens com mulheres e mulheres com homens‘. Yelena Isinbayeva foi chamada de homofóbica mas afirma que foi mal interpretada na sua afirmação.

Durante o Mundial de Atletismo de Moscou uma outra atleta, dessa vez sueca, pintou as unhas nas cores do arco íris, um grande símbolo dos gays e lésbicas no mundo todo, e foi censurada apresentando-se na final com as unhas de outra cor.

As corredoras russas são heterossexuais, casadas e se orgulham muito do protesto que fizeram no pódio. Uma ajuda assim sempre é bem vinda na luta por direitos gays na Rússia, no Brasil ou em qualquer outro lugar!

Leia também:

Vídeo Gay: Diferença entre Homem, Mulher e Gay

Veja o vídeo gay e descubra essas diferenças.

Vídeo Gay

Na busca por um vídeo gay para o post dessa semana, me deparei com vídeos tão chocantes sobre a violência que os gays estão enfrentando na Rússia que decidi ir atrás de uma coisa mais leve.

Xuxa, a Rainha dos Baixinhos, sempre disse que rir é o melhor remédio,  e por isso decidi trazer uns minutos de alegria para a sua life.

Qual gay nunca foi comparado a uma mulher?

É engraçado essa ideia que muitos tem de que todo gay queria ser mulher e com isso várias comparações sempre foram feitas.

No vídeo gay, Jô Soares, aquele apresentador da Globo, usa de todo seu humor para mostrar as diferenças entre gays, homens e mulheres em situações que ocorrem no dia a dia porém, sabemos que  gays e lésbicas não deixam de ser homem e mulher devido a sua orientação sexual.

Sei que alguns acharam as piadas contidas no vídeo gay um pouco machistas, outros iram se identificar e lembrar de amigos, mas acho que rir um pouco da própria história sempre é válido.

Qual gay não teve medo de matar a barata ou assistiu ao futebol somente para admirar e desejar o time todo? É bee, aposto que você já se viu várias vezes nessas situações!

Eu mesmo já quis o cabelo da fulana, já chamei meu pai pra matar a barata e já perguntei o que o outro acharia se um homem estivesse apaixonado por ele – risos!

Independente da sexualidade a reação de cada pessoa em determinadas situações é algo bem pessoal, nem todo gay tem medo de barata, nem toda mulher detesta futebol e nem todo homem tem medo assumir que o outro é bonito.

E ai, conta pra gente, tu já viveu algumas dessas situações?

Divirta-se com o vídeo gay:

Leia também:

Apelidos: 100 Palavras Para Pênis

Pênis e seus apelidos.

Apelidos para pênis

Jeba.

Caralho.

Piroca.

Sucuri.

Morango com pescoço.

Peru.

Quem nunca deu uns apelidos carinhosos para o seu caralho? Pois é, essa mania parece ser bem comum entre os marmanjos de plantão!

Pegando a ideia do canal100palavras, resolvi entrar na brincadeira e perguntei para alguns amigos quais apelidos já foram usados em seus membros. As respostas foram de nomes comuns até nomes bem estranhos como:  fazedor de mingau e espeto de nervo.

No meio Universo Gay,existe uma palavra bem conhecida no pajubá para definir esse membro tão desejado por tantos:  neca e neca odara, quando o boy magia é provido de vários centímetros.

Assistindo ao vídeo, dei muitas gargalhadas ao imaginar alguns palavras sendo usadas durante o ato sexual: “Soca essa terceira perna em mim!”,” Bate essa estovenga na minha cara”, “Que delicia esse bráulio“, “Deixa eu chupar essa salsicha“…me empolguei! – risos!

Se isso acontece-se o tesão iria embora e eu não conseguiria segurar a gargalhada. Alias, alguém já passou por momentos engraçados na “cama”? É uma posição que não deu certo, é um peido que escapou sem querer, é cair na cama enquanto bomba! As meninas do blog Sexo & Rock ‘N Roll tem uma coluna só para isso, a Desventuras na Hora H. É, os momentos de prazer também podem nos render boas e engraçadas histórias.

Ah, e as lésbicas, será que elas também usam  desses apelidos para a grutinha do prazer? Sei que a criatividade deve rolar solta e nomes para a peludinha não devem faltar, mas como não entendo muito de pepeka vamos ficar só na pingola.

Dizem que devido a nossa cultura machista, o pênis sempre foi muito idolatrado pelos seus donos e os apelidos sempre são acompanhados de muito orgulho pelo o portador do membro, afinal, quem usa bem a pistola sempre vence a guerra.

E você, que apelido tem usado na sua piroca!?

Assista ao vídeo gay:

 

 

Leia também: