facebooklikebutton.co

Category Archives: Direitos Gays

Casa 1 – Mudando muitas vidas

Casa 1 – Centro Cultural e Acolhimento para LGBTs

Em 2015 surgiu a Casa 1, quando o jornalista Iran Giusti abriu as portas do seu apartamento para receber LGBTs expulsos de suas residências. Porém, foram muitos pedidos de acolhimento e a percepção de que o problema é muito maior e recorrente do que se imaginava.

A partir daí veio a ideia de buscar uma casa para funcionar como um espaço de acolhimento. Mas acolher é mais do que oferecer um teto, é também trazer oportunidades e socialização para a vida dessas pessoas. Por isso a Casa 1 será também um centro cultural e um espaço de palestras, cursos e worshops, tanto para os moradores quanto para o público em geral.

A casa estará localizada na região central de São Paulo, primeiro pela facilidade em mobilidade dos moradores da casa e pelo acesso ao público que se interessar pelas atividades do projeto. O centro da cidade também necessita de atenção, e a ideia é que nossa programação contemple também os moradores locais.

Mas para que tudo aconteça a Casa 1 precisamos da sua ajuda. Esse projeto visa conseguir o valor do aluguel desse espaço. Sim, é apenas o valor do imóvel pelo período de um ano. Será uma casa autossustentável em que as próprias atividades custearão a manutenção.

A escolha desse financiamento coletivo se deu não só por questões burocráticas, mas também porque é a forma que acreditam que a nossa sociedade pode funcionar: coletivamente. Entendemos que se todo mundo fizer a sua parte, certamente juntos conseguiremos mudar muitas vidas.

casa 1

O projeto conta com duas metas, sendo a primeira delas TUDO OU NADA, ou seja, se a Casa 1 não atingir o valor que precisamos todas as contribuições vão ser devolvidas para os doadores e o projeto não acontecerá.

No nosso caso, a primeira meta R$ 83.952,00, o valor para o aluguel do espaço que vai sediar a Casa 1 que está detalhadinho lá embaixo.

Mas por que tudo ou nada? Simples, o projeto é totalmente voluntário, e nenhuma das pessoas envolvidas recebe pelo trabalho. Também não tem nenhum tipo de patrocínio ou apoio político, então sem esse valor não conseguem transformar a Casa 1 no que ela precisa ser.

casa 1

E já que estão se esforçando tanto para fazer esse projeto acontecer, por que não pensar em uma meta grandiosa, onde conseguiríam realizar muitas coisas incríveis?

Foi pensando nisso que chegaram na meta 2, a arrecadação de R$153.120, 00.

Essa quantia é a ideal para que consigamo atender o dobro de pessoas que precisam de acolhimento e também a realização de atividades mais elaboradas. Ela não é uma meta Tudo ou Nada, mas pra gente é como se fosse, afinal, esse é um projeto que pretende lidar com vidas, então, atingir a segunda meta implica ajudar muito mais pessoas.

Quer saber como ajudar? Só clicar nesse link que lá tem todas as recompensas para quem ajuda essa grande causa da Casa 1.

Imagem de Amostra do You Tube

Estatuto da Família agora é apenas união entre homem e mulher

Estatuto da Família: Um retrocesso sem tamanho

Para quem pensava que as propostas de mudanças iriam passar na luta por direitos iguais e que famílias homoparentais também são dignas de respeito e direitos, se enganou, foi aprovado ontem o Estatuto da Família Tradicional e casais gays não pertencem a ele.

O texto original foi mantido e ressalta: ‘a entidade familiar formada a partir da união entre um homem e uma mulher, por meio de casamento ou de união estável, e a comunidade formada por qualquer dos pais e seus filhos.

Nada mais discriminatório do que definir entidade familiar apenas como famílias héteros. Isso aumenta o preconceito que sofremos diariamente e elimina na cerne mais importante da sociedade a pluralidade do amor. Quem pode definir o amor? Esses dePUTAdos chinfrins e seus dogmas religiosos? Não! Não devemos aceitar isso.

O texto da constituição estabelece que a família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado. Em miúdos qualquer família além do que o estatuto da família define não recebe proteção nenhuma do Estado.

estatuto da familia

Nesse jogo ainda entram tantos outros tipos de família. Famílias compostas por mães e pais solteiros estão fora. Netos que são criados pelos avós estão fora. Irmãos que moram juntos estão fora. Sobrinhos que mora com as tias estão fora. E tantas outras nuances que existem nesse mundo estão fora da família tradicional brasileira [sic].

Quando você pensa que as coisas estão caminhando para o melhor, mesmo que as poucos, toma um grande choque com os acontecimentos, mas também não podemos esperar muito de nossa classe política, ainda mais depois de tantas reviravoltas.

Em um governo onde mulheres, negros e homossexuais não são representados, claro que os fundamentalistas e retrógrados sentem que podem realizar todas as suas peripécias.

São tempos sombrios, muito sombrios por sinal! Podem esperar que vem mais chumbo para a comunidade LGBT Brasileira. Esse Estatuto da Família Tradicional brasileira foi o primeiro golpe, esperem os próximos.

Estatuto da Família Tradicional, um câncer no constituição brasileira.

PreparadX: O maior festival LGBT de São Paulo

Preparadx: Ludmila, Valesca e Daniela Mercury

preparadx festival lgbt parada gay

14 horas de muita música e diversão, esse será o Preparadx, o maior festival LGBT de São Paulo, que abrirá com chave de ouro a Semana da Diversidade e Inserção da Cultura LGBT de 2016 no dia 21 de maior. Fernando Plapler, idealizador do festival enfatiza: ‘Queremos entrar para história e nos tornar parte do calendário anual de eventos da cidade‘.

O festival contará com 4 pistas tocando diversos estilos como música eletrônica, pop e, claro, música brasileira. Festival democrático e para todos os gostos! Abrindo o palco principal, Ludmila e em seguida a majestosa Daniela Mercury e Nalaya Brown.

Além de ser um grande festival, cheio de atrações especiais, a Preparadx traz uma miscigenação de cores e culturas, mostrando o que São Paulo e o Brasil têm de melhor em termos de público, pessoas, bares, baladas e festas.

A Semana da Diversidade LGBT começa com a Preparadx e culminando com a Parada do Orgulho LGBTs, que acontece no dia 29 de maio, domingo, na Avenida Paulista.

Nos vemos nas pistas e na Parada Gay 2016, claro!

| Serviço |

Local: Espaço Anhembi | Endereço: Av. Olavo Fontoura, 1209, São Paulo [entrada pelo portão 28]
Data: 21/05 Horário: 16h às 06h
Classificação: 18 anos
Acesso para cadeirantes: Sim

| Line Up |

• Pista LALA – Com o melhor da música
POP DJ André Pomba (Clube Alôca)
DJ Daniel MS (Ursound)
DJ Fernando Moreno (Ultralions)
DJ Felipe Rosa (Istrago / Ketchup – A festa)
DJ Jana Duarte
DJ Ledah Briacho
DJ Mauro Borges (Clube Alôca)
DJ Victor Dias

• Pista GUARACI
Daniela Mercury
Valesca Popozuda
Ludmilla
Nalaya Brown
DJ Mau Mau
DJ Paulo Pringles
DJ Shine

• Pista BRASILIDADE – Com o melhor da música Brasileira
DJ Adriano Rosa
DJ Armando Saullo FM (Bloco Agrada Gregos)
DJ Caio Neiva (Tereza)
DJ Mael Nery & Rika Sabbadin (Hangover)
DJ Ronaldo Rinaldi Ceron – Click (Tereza)

• Pista TORIBA – Com o melhor da música Eletrônica
DJ Bruno Pacheco
DJ Cinara Martins
DJ Diego Tavares (Clube Alôca)
DJ Fabio Lima (Bofetada)
DJ Gustavo Vianna (Bigger)
DJ Herbert Tonn (Blue Space)
DJ Lorran Ciriaco
DJ Michele Ravesck
DJ Paulo Ciotti (Bubu Lounge Disco)
Dupla Evox Live

| Quanto |
• Pista:
1º lote: R$ 50,00 – de 18/04 a 01/05
2º lote: R$ 60,00 – de 02/05 a 13/05
3º lote: R$ 70,00 – de 14/05 a 21/05

• Pista Premium:
1º lote: R$ 70,00 – de 18/04 a 01/05
2º lote: R$ 80,00 – de 02/05 a 13/05
3º lote: R$ 90,00 – de 14/05 a 21/05

Camarote VIPADO
1º lote: R$ 120,00
2º lote: R$ 160,00
Todos os valores acima são referentes a meia entrada. Caso não tenha carteira de estudante, basta levar um quilo de alimento na entrada do evento e servirá como comprovante de meia entrada.

Pontos de Venda:
• The Joy – R. Maria Antônia, 330 – Higienópolis
• Villa Imperial – R. Maria Antônia, 368 – Higienópolis
• Bottled Dog – R. Iguatemi, 255 – Itaim Bibi
• Bar Dom Guedes – Manuel Guedes, 369 – Itaim Bibi

Ingressos online:
Ingresso Rápido
Sem Hora

 

Orgulho Gay – 28 de junho

Orgulho Gay é comemorado hoje!

orgulho gay

Dia 28 de junho é comemorado o Dia do Orgulho Gay. Tudo começou em Nova York no ano de 1969 quando milhares de gays saíram às ruas para manifestar sua indignação na forma como a polícia os tratavam, e ficou conhecido como a Revolta de Stonewall.

Somos 20 milhões de brasileiros LGBTs ávidos por respeito, e é isso que queremos não apenas nesse dia, mas nos outros 364 dias do ano. A data de 28 de junho, do Orgulho Gay, é apenas uma forma de relembrar que ser gay não é errado como dizem muitas religiões e políticos.

Um pensador chamado Lisounenko diz que o orgulho próprio é fator determinante para o sucesso, seja ele no âmbito familiar, sentimental ou profissional. Para muitos o orgulho é sentimento de fraqueza e necessidade de auto afirmação, porém Lisounenko diz que é a confirmação natural de nossos sentimentos, conquistas e alegrias. Um sentimento positivo conosco e com o próximo.

Então porque tantas pessoas tem vergonha em dizer que são gays e não tem orgulho gay? Aprendemos desde pequenos através da grande sociedade que ser gay é errado, perversão ou até mesmo doença mental como alguns políticos acreditam e incentivam a cura gay. Muitas coisas ruins estão atreladas a palavra gay.

A palavra gay ainda carrega uma carga negativa. Quantas vezes não vemos amigos se xingando [mesmo que de brincadeira] de gays viados bicha baitola? Pode não parecer, mas nosso cérebro assimila a palavra e seu significado a algo ruim.

É contra isso que temos que lutar, não apenas com políticos e religiosos que nos menosprezam, mas contra nós mesmos e a forma como aprendemos a nos ver. Essa é a maior luta, a interna.

O preconceito internalizado é aquele que leva milhares de pessoas a cometerem suicídio, a infelicidade e tantos problemas psicológicos.

Com o tempo aprendi a me ver como realmente sou, uma pessoa de caráter, com honra, lealdade e digna de respeito. É isso que precisamos pensar nesse Dia Do Orgulho Gay Reflita um pouco sobre como você se vê, e como aceitam sua sexualidade como algo natural. Aposto que no momento que você se ver sem preconceitos a vida será muito mais linda de se viver.

Viva o Dia do Orgulho Gay!

Imagem de Amostra do You Tube

LoveWins – A vitória do amor

#LoveWins – O Amor venceu!

LoveWins

É oficial, agora em todos os Estados norte americanos o casamento gay é uma realidade! LoveWins!

A Suprema Corte dos estados Unidos votou a favor do casamento de pessoas do mesmo sexo no país. Por 5 votos a 4, garantiram o matrimônio de centenas de milhares de pessoas, que tinham seus direitos limitados. Agora a justiça dos 50 estados norte americanos não podem mais barrar, não é mais uma decisão opcional, é LEI!

A sentença estabelece que os Estados ficam obrigados a conceder certidões de casamento a casais do mesmo sexo com base na 14º Emenda à Constituição, que garante a igualdade de todos os cidadãos perante a lei. O argumento dos demandantes, afirma o juiz Anthony Kennedy na sentença, é que o pleno direito ao matrimônio é exigido por profundo respeito a ele. ‘A intenção não é perdoá-los nem deixá-los viver excluídos de uma das instituições mais antigas da civilização. Eles exigem a igualdade de direitos frente à lei. E a Constituição lhes concede esse direito‘.

Barack Obama, escreveu em seu Twitter que a aprovação ‘É grande passo para a igualdade de direitos. Casais de gays e lésbicas têm agora o direito de se casar, como todas as outras pessoas. #LoveWins‘. Agora aguardamos seu pronunciamento, que deve ser hoje a noite.

A ex-primeira dama e atual pré candidata democrata à presidência dos EUA, Hillary Clinton também s epronunciou através do Twitter: ‘Nosso novo mapa favorito. Dá RT se você mora em um estado em que o casamento gay é lei‘. [No post, havia uma mapa dos EUA em que todos os estados são indicados como favoráveis ao casamento gay.]

Mark Zuckerberg, criador do Facebook, ‘Nosso país foi fundado sob a promessa de que todas as pessoas são criadas igualmente, e hoje nós demos mais um passo na direção de cumprir essa promessa. Estou muito feliz por meus amigos e todos da nossa comunidade que finalmente podem celebrar seu amor e ser reconhecidos como um casal perante a lei. Ainda temos muito o que fazer para atingir a igualidade total para todos em nossa comunidade, mas estamos caminhando na direção certa’.

lovewins

A hashtag #LoveWins não demorou a entrar no Trend Topics do Twitter como principal assunto falado no mundo todo! Não demorou 1 hora para que #LoveWins superasse qualquer outro assunto no microblog. Isso sim é aprovação!

 

Bandeira do Arco Iris completa 37 anos

Bandeira do Arco Iris e os direitos gays

bandeira do arco iris

Faz 37 anos que a bandeira do arco iris foi usada pela primeira vez em uma Parada do Orgulho Gay no mundo e se torno um forte símbolo na luta pela igualdade de direitos para a comunidade gay mundial.

Tudo começou em San Francisco, claro! O movimento gay crescia muito, graças a Harvey Milk e outros militantes e por isso precisava de um símbolo forte e cheio de significado e baseado nos hippies da época onde o arco íris representava a Paz, adotaram a bandeira do arco iris.

Inicialmente a bandeira do arco iris tinha 8 cores, mas por motivos comerciais e pensando em diminuir o preço, as cores rosa e azul claro foram removidas, deixando apenas as 6 cores que temos hoje.

Há outras versões da bandeira do arco iris, algumas com 7 cores incluindo algumas com a cor preta, para incluir os gays que morreram pela AIDS ou ainda com símbolos de países, para representar essa região, ou até mesmo com um urso para representar os bears ou a leather com barras azuis e negras.

Significado das cores da bandeira do arco iris:

bandeira do arco irisRosa: Sexualidade
Vermelho: Vida
Laranja: Saúde
Amarelo: Sol
Verde: Natureza
Azul: Harmonia
Roxo: Espírito

A bandeira do arco iris representa muito para nós gays. De um comércio gay friendly a luta por igualdade de direitos. A representatividade é enorme, apesar de ser um simples símbolo, me arrepia até hoje ver a bandeira gay estendida na Avenida Paulista em cada Parada Gay, enorme, imponente… Passar por baixo dela e ver a alegria e sorrisos contagiantes.

Além de alegrias, a bandeira do arco iris representa também as tristezas de uma parte da população perseguidas nos dias atuais, sempre tratada com desdém por governantes e principalmente pela ala religiosa que se julga detentora das Verdades do Universo.

Parabéns a Bandeira do Arco Íris, pelos 37 anos de luta por um mundo melhor e igual para todxs.

 

Boticário Dia dos Namorados

Boticário Dia dos Namorados: O Amor é lindo!

boticário dia dos namorados

A campanha do Boticário Dia dos Namorados deu o que falar nos últimos dias, graças a ala super maxi mega conservador de ovelhas fanáticas que discordam do vídeo, que aborda de forma simples casais gays, lésbicos e heteros com a naturalidade que deve ser.

As críticas a campanha Boticário Dia dos Namorados alcançaram milhares de pessoas, graças a redes sociais e Whatsapp, já que centenas de religiosos organizaram uma campanha para dar ‘dislikes‘ no vídeo do Youtube, como forma de protesto contra a empresa.

A população mais esclarecida, tolerante e respeitosa organizou então um outra mobilização, mas dessa vez para dar like no vídeo Boticário Dia dos Namorados. Deu certo! Em cerca de menos de 12 horas, a quantidade de’ likes’ e visualizações do vídeo bombou! Boticário agradece, claro!

boticário dia dos namorados

O que sempre me pergunto em casos assim é: ‘Por que as pessoas são tão contra o amor entre pessoas do mesmo sexo?‘ O que isso influencia na vida delas ao ponto de ir ao Reclame Aqui ou abrir um processo no Conar contra o vídeo do Boticário Dia dos Namorados? Menos, gente! Muito menos!

As pessoas têm o direito de não aprovar a homossexualidade baseados em seus dogmas religiosos? Sim, têm todo o direito de discordar, porém vale lembrar que discordar é uma coisa, desrespeitar é outra bem diferente? A partir do momento que discursos de ódio são feitos fere a liberdade e os direitos constitucionais do cidadão gay, que também paga imposto e compra.

Qual o problema em ter o vídeo Boticário Dia dos Namorados um casal gay e outro lésbico? Por acaso não damos presentes no Dia dos Namorados? Fanáticos religiosos querendo ou não, nós existimos e não desapareceremos da faca da Terra por conta de seu preconceito.

boticário dia dos namorados

Deus não é esse Senhor raivoso, preconceituoso e tirânico que eles pintam em discursos em seus cultos. Não fica correndo de casa em casa para saber se você transa com homem ou com mulher, se você dá presente de Dia dos Namorados para seu namorado ou namorado. Ele tem um Universo inteiro para gerir e não se preocupa nenhum um pouco com isso.

Se Ele, Deus, não se preocupa com isso então por que esse povo se preocupa? Ah, essa humanidade está fadada a acabar consigo mesma, usando o nome de Deus em vão. Se eu pudesse resumir DEUS em UMA ÚNICA PALAVRA, seria AMOR. Então por que não deixam as pessoas se amarem como seus corações mandam?

Uma coisa é certa, não sei na Bíblia de vocês, mas na minha está escrito: ‘Amai-vos uns aos outros como eu vos amei‘ e não ‘Amai-vos apenas os héteros porque eles são a única forma de viver a vida.

Assista ao vídeo Boticário Dia Dos Namorados:

Imagem de Amostra do You Tube

E aproveita e dá um like no vídeo!

Gay Pride Amsterdam começa hoje

Gay Pride Amsterdam: Viva a Holanda

Gay Pride Amsterdam

Entre 27 de julho e 4 de agosto acontece o Gay Pride Amsterdam, um dos maiores festivais anuais do mundo dedicado à igualdade para lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros . O evento reúne cerca de 500 mil pessoas, terá como tema a reflexão ‘Reflect‘. O que eles refletem? Sobre a famosa mentalidade liberal da Holanda.

Canal Parade
Além de todas as festas, a Gay Pride Amsterdam apresenta filmes especiais, exposições e workshops. O destaque absoluto é a Canal Parade, que acontece no sábado dia 03 de agosto. Cerca de 80 barcos dão show com DJs a bordo, decorações temáticas e abundância de sorrisos vindos dos espectadores nas margens do canal. No ano passado, mais de 150 grupos e organizações se inscreveram para uma vaga no desfile oficial.

Gay Pride Amsterdam

Espírito liberal
A Holanda é mundialmente conhecida como um país inovador, à frente de seu tempo. A atmosfera informal e amigável faz com que todos se sintam em casa, independentemente de religião, origem e orientação sexual. Ao longo dos anos, o famoso espírito liberal de Amsterdã encorajou LGBTs a visitarem e viverem em uma cidade tão segura e acolhedora.

Gay Pride Amsterdam

Amsterdã pode ser considerada até o berço dos direitos gays. O primeiro casamento legal de gays e lésbicas foi oficializado na cidade, o primeiro monumento foi construído lá e é o único lugar do mundo que comemora o Orgulho Gay com um irreverente desfile de barcos.

Gay Pride Amsterdam

Pena que em São Paulo o Rio Tietê é muito poluído, imagina uma Parada Gay de São Paulo, assim, com barcos que coisa maravilhosa seria? Até imagino a cena, as pessoas nas margens dançando, curtindo, se manifestando a favor do amor gay.

Veja o que rolou na Gay Pride Amsterdam 2012:

Imagem de Amostra do You Tube

Quer saber mais sobre a Gay Pride Amsterdam? Só se jogar no site IAMSTERDAM! E viva a diversidade sexual!

Gays se masturbando com crucifixo em protesto?

Gays se masturbando com crucifico – Até onde isso vai?

gays se masturbando

Vivemos numa época onde a luta pelos direitos gays começa a dar frutos. Conquistamos o direito do casamento gay juntamente com todos os direitos que isso traz a uma minoria que, durante décadas, viveu a margem da sociedade.

Fiquei estarrecido ao me deparar com uma ‘manifestação‘ de dois gays se masturbando com crucifixo durante a Marcha das Vadias no Rio de Janeiro. As pessoas perderam a noção de respeito ao próximo para fazer algo dessa forma? E quebrar as imagens de Nossa Senhora Aparecida, um símbolo da religião católica, eles acham isso bonito?

Não sou católico e muito menos vejo o crucifixo como algo ‘santo‘ mas há pessoas que acreditam nessa simbologia. Quem sou eu para julgar essas pessoas ou dizer que estão certas ou erradas? Cada um sente, ou não, a espiritualidade de uma forma e é isso que devemos respeitar e preservar.

Achei uma verdadeira afronta ao Catolicismo, mesmo que a religião condene a nós gays ao inferno, seja contra o casamento, o amor ou qualquer outra forma de sexualidade ou gênero diferente do que eles julgam que Deus criou…

Não precisamos nos igualar a eles e botar a perder o trabalho de militantes gays sérios que durante anos e anos trabalham em prol dos direitos gays no Brasil e no mundo.

A imprensa não sabe diferenciar um militante gay de arruaceiros gays se masturbando com um crucifixo enfiado no cu. Não quero ser comparado a uma pessoa como essa. Não quero que as pessoas pensem que todos os gays se masturbam com crucifixos ou que desrespeitam alguma religião.

A quebra das imagens pode parecer pouco para mim, que a vejo apenas como um símbolo de amor que é Nossa Senhora para os católicos, mas para quem realmente acredita na imagem como a própria Santa isso foi a gota d’água.

Agora, talvez aqueles que começaram a ver os direitos gays como algo bacana simplesmente se voltam contra por causa de uma criancice de dois babacas que nem foram corajosos o suficiente para mostrar seus rostos.

Meu direito começa onde termina o do outro, e vice versa!

Escoteiro gay põe fim ao preconceito de jovens

Escoteiro gay vence o preconceito

escoteiro gay

O jovem Pascal Tessier de apenas 16 anos liderou ano passado uma campanha que acabou com o preconceito contra escoteiros gays menores de 18 anos nos EUA. Infelizmente membros com mais de 18 anos ainda são proibidos, mas esse será o próximo passo e Zach Wahls luta.

Essa vitória é importante para mim. Durante muitos anos fui escoteiro e fui desligado do meu Grupo Escoteiro justamente por ser um escoteiro gay. Quem sabe a próxima vitória nos EUA seja de aceitar no movimento que Baden Powell criou, chefes gays?

Inclusive, dei uma entrevista sobre ‘escoteiro gay’ para a revista Época no ano passado.

Depoimento de Pascal Tessier, escoteiro gay:

Nunca pensei que minha campanha para que um escoteiro gay fosse aceito no Movimento Escoteiro renderia uma homenagem como a que recebi na última terça-feira. Todo ano, o estádio do Nationals, o time de beisebol aqui de Washington, celebra o orgulho gay com um jogo.

Havia umas 20 mil pessoas nas arquibancadas, três mil gays pelo menos, que participam da associação esportiva gay da cidade, a Team DC. Eu estava no meio do gramado e ganhei o prêmio anual Spirits, que destaca lideranças gays em sua luta pelos direitos iguais.

Como conseguimos acabar com a proibição a gays no movimento escoteiro, recebi a homenagem. Fui aplaudido pela multidão. Meus pais, minha avó, meus primos, a família toda estava lá.

Fui cumprimentado pela Tammy Baldwin, a única senadora homossexual no Congresso americano. O Hino Nacional foi cantado pelo Coral Gay de Washington. Tremi um pouco no meio de tanta gente.

Sou escoteiro desde os sete anos de idade. O escotismo é parte da minha família. Aprendi muito mais do que sobrevivência e primeiros socorros, ou participar de acampamentos, algo que também adoro.

Descobri o que é trabalhar em equipe, ser um líder, ter responsabilidades, cuidar dos mais fracos, ajudar os outros. Para quem tem 16 anos, como eu, é quase como se sentir adulto.

Sempre fui muito bem acolhido pelo meu grupo escoteiro. Contei a todos que era gay aos 13 anos de idade e nunca sofri preconceito.

Só mais recentemente, me dei conta de que o movimento proibia gays. Sim, se a organização nacional soubesse que eu era gay, eu poderia até ter sido expulso. Mas, no nível local, eu jamais fui discriminado.

Senti que tinha a responsabilidade de lutar. Pessoas que não conhecem gays até podem ter preconceitos, mas é mais difícil discriminar quando você tem um amigo ou um conhecido –e você percebe que os gays são iguais a todo mundo.

Minha mãe, Tracie, falou com muitos pais nos Estados Unidos. Então nós fomos a Dallas, no Texas, em maio passado, quando a organização se reuniu para votar o fim da proibição aos gays.

Havia 1.400 membros de 270 conselhos. Sentei no chão e fiquei preocupado. Até por me expor tanto, sabia que, se mantivessem a proibição, seriam meus últimos minutos como escoteiro.

Mas conseguimos 61% dos votos a favor. Agora, posso ser gay e escoteiro. Mas também fiquei bastante triste por ver tantos gays adultos discriminados. Eles lutaram para mudar essa regra e, um dia, tiveram que abandonar o escotismo por isso.

Sempre Alerta para Servir o Melhor Possível!