facebooklikebutton.co

Costa Rica um paraíso

Costa Rica um dos países mais gay friendly das Américas! Leia Mais >>>

Gaycast #!

DQOGG também em áudio! Leia Mais >>>

 

A arte de conquistar ou de me conquistar

conquistar

A arte de conquistar alguém

[Leia ouvindo: Christina Perri – A thousand year]

Alguns são conquistados por músculos, então horas de academia, alimentação regrada e muito suor conquistam esses caras. Outros são conquistados por tudo aquilo que o dinheiro pode proporcionar: viagens, restaurantes chiques, presentes caros… Não sou conquistado por nada disso!

Pode me chamar de brega, de antiquado, até de carente se preferir, isso não muda quem sou, o que sinto ou como sinto. Muito menos muda o que me atrai em um homem, porque sou conquistado por aquilo que não acaba, inteligência, carinho, companheirismo, valores…

Sou conquistado por uma série de atributos que poucos têm nos dias de hoje: valores. Seja uma olhar verdadeiro, um sorriso de lado quando conto alguma piada tosca, um toque de pernas por baixo da mesa, um abraço sincero e aconchegante ao final da noite. Isso tudo me conquista… e excita.

Chega o momento que quero cuidar dessa pessoa, ajudar a superar seus problemas, seus dilemas, suas neuroses. Quero deitar ao seu lado, abraçá-lo e fazer carinho a noite inteira. Sentir sua pele quente tocando a minha, o calor, amor, seu calor. Massagear seu corpo depois de um dia de trabalho, massagear seus pés depois da correria do dia a dia, massagear sua alma com beijos e amor.

As vezes o problema não está em conquistar, mas em ser conquistado por alguém. Até que ponto você já desistiu e se contentou em ser apenas mais uma noite para saciar a vontade de sexo de alguém? Ou se contentou em ter o sobrenome Hornet, Grindr ou Tinder, esquecido, no celular de alguém? Você é muito mais do que isso! Acredite!

Ok, você, assim como eu, já passou por diversos relacionamentos que não deram certo, muita coisa rolou e ainda rolará em sua vida, mas vale a pena definir seu caminho por causa de más experiências? Não é melhor aprender com essas experiências e seguir em frente? A vida continua e não espera nenhum retardatário no meio do caminho.

Sabe aquela máxima: Trate o próximo como gostaria de ser tratado? Inicie a mudança por você, que as pessoas a sua volta o acompanharão nessa mudança e, dentro de pouco tempo você verá como conquistar e ser conquistado é uma questão apenas de encontrar o cara certo.

2 Responses to A arte de conquistar ou de me conquistar

  1. Robson Luiz disse:

    Olá pessoal! Eu não sei qual dos dois fez esse post mas quero agradecê-los pois estou profundamente tocado. Me emocionei aqui e foi um momento bem legal. Geralmente quando lembro desses ”pormenores” acabo ficando um pouco triste, quando certas mágoas que carrego vêm à tona em ocasiões assim. Mas dessa vez foi diferente. Foi muito bom saber que não sou o único ”brega” ou ”antiquado” que se sente dessa forma. É triste pensar que essa forma correta de amar e principalmente fundamental pra se viver um relacionamento saudável, seja tão desvalorizada, considerada careta. Saber que existe um lugar pra desabafar é o máximo, ainda mais pelo cuidado que vocês demonstram ter com o blog. Eu achei o cantinho de vocês incrível! Li seus nomes na guia ”Quem somos” e não vou esquecê-los tão cedo. Estão na minha lista de seres humanos admiráveis haha! Fico muito grato.

    Eu cheguei no blog pesquisando sobre ”ir sozinho á baladas” e curti muito tb o post em que falaram sobre isso. Hoje, sábadão, estava tentando criar coragem pra conhecer uma gay. Mas além da falta de coragem de ir sozinho, confesso que faltou tb a grana kkk. Então estava buscando experiências de outras pessoas e tive a sorte de encontrar vcs e essas dicas tão positivas e que agregam tanto á vida. Eu me assumi depois dos 25 anos ( hoje tenho 29 ) e desde então sempre tive curiosidade pra conhecer um pouco mais sobre o mundo GLS ou frequentar baladas assim, pois nunca fui em nenhuma. Eu me encontro em uma fase que acabo de superar 2 longos anos de depressão após um problema que tive no meu primeiro e único relacionamento e estou focado em retomar o tempo perdido. Principalmente ser mais independente com relação ás pessoas. Infelizmente com o meu problema eu acabei me isolando em um mundo muito particular e como as pessoas que estavam na minha vida não eram sinceras, elas não permaneceram. É muito difícil fazer um amigo de verdade. Você constrói uma relação assim com alguém com o tempo e principalmente quando das duas partes há a iniciativa do cuidar da amizade,, a reciprocidade, doação. As que eu tinha foram construídas da forma superficial que é hj em dia. Onde as pessoas dizem ”eu te amo” a toda hora e não valorizam a real grandeza e significado dos sentimentos. E esse post trata de uma questão que tenho encontrado bastante dificuldade pra lidar atualmente.

    Como falei tenho vontade de ir em uma balada gay, conhecer pessoas novas, me encantar por alguém ou simplesmente iniciar uma nova amizade. Mas tudo se resume a você ser troféu de alguém ou com quantas pessoas se transou em uma noite. Entrei em um bate papo do Uol esses dias e foi uma experiência muito ruim pois até mesmo nas salas intituladas ”amizade” as pessoas já começavam perguntando se vc dava, comia ou qual o motel mais próximo kkk. Eu entendo que pra alguns é muito natural se fazer sexo no primeiro encontro. Mas eu considero a minha intimidade tão importante que não conseguiria me relacionar com qualquer pessoa. Demorei muito pra aceitar que eu precisava deixar de me culpar ou me diminuir e que só conheceria alguém legal ou conseguiria olhar mais pra dentro de mim se verdadeiramente tomasse essa iniciativa. E por isso esse post foi tão inspirador assim. Porque mais do que nunca percebo que os valores que eu tanto prezo são sim importantes. E que bom que existem pessoas que ainda lutam por isso.

    Essas ferramentas de encontros devem ajudar ( por mais que eu nunca tenha usado ) mas até nelas creio que o que deve valer é só se a sua foto é bonita ou feia. Tudo que eu sempre sonhei em um relacionamento é aquela coisa do primeiro encontro. Não necessariamente já intencionado pra ser um. Mas um jantar, uma conversa que seja que lhe desperte algo especial. Quero ficar nervoso e sem graça com o sorriso de alguém, hesitar na hora de dizer as palavras, sentir alguma coisa voando no estômago kkkkk. E se beijar alguém, que seja porque o meu afeto e admiração já não estão mais sob o controle das minhas ações. Isso que foi comentado sobre os carinhos entre ambos na cama e tal é como eu penso tb e quero que seja. Não sexo casual ou sem propósito, mas quero alguém que queira verdadeiramente estar comigo. Que queira me amar por ser eu a estar ali.

    E vou continuar buscando a mesma coisa. Pois isso ficou ainda mais vivo dentro de mim depois deste post maravilhoso e essa injeção de ânimo. Ainda vou ter a sensação de me perder no olhar de alguém, por minutos que seja, e sentir que é o cara certo. E com certeza vou voltar aqui e contar pra vcs quando acontecer kkkk. Um abraço super apertado, muito obrigado! Vou deixar meu face pois gostaria de conhecê-los. Vale a pena gente do bem por perto.
    https://www.facebook.com/coyoteprada

    Ps. Já ouve um tempo que tentei escrever um livro e pensei tb indicar aos leitores as músicas para embalar o capítulo kk. Por isso amei essa sugestão da música da Christina kkk. Vou indicar uma canção pra vcs. É minha música favorita e me representa demais. Abração.

    • Robson, ficamos felizes em dar uma luz para você.
      Nosso blog não é apenas o nosso cantinho, mas o seu cantinho também.
      Voltaremos com força total em breve e até teremos um canal no Youtube, então fique ligadinho, viu?

Deixe uma resposta