facebooklikebutton.co

Monthly Archives: June 2012

“RapiDJeeenhaxXx do L^^e!”

Adele

)))Olá!

É sexta-feira, acabei de assistir Avenida Brasil e to agendando esse post pra sábado, com muito amor e esmero, direto da rua dos bobos, número zero! Você estar com os olhos cheios de remela e eu já devo estar acordado, trabalhando pra ganhar vincthy reais e pagar as faturas da C&A, Riachuelo, Renner e Luigi Bertolli tudo. Pois é, muito duro ser classe C e fazer parte da economia do país.

Enfim, chega de lamúrios, bora pro sobe desce da semana, e olha que tem gente que subiu, desceu, subiu e desceu e ta até grávida… Desce a barrina da felicidadjean aewww:

1))) Cantora Adele anuncia gravidez em seu site oficial

Diz que o nome da criança será Java Lee, acho que são só boatos… (Foto: The Grosby Ggroup )

*Eu pensava que ela nem transava! Pro c vê como essas certinhas enganam a gente, faz cd amargurada, querendo rolar nas profundezas porque foi corneada… E do nada aparece grávida! Espero que o cd novo não seja sobre passar noites em claro ca criança chorando, dar de mamar e trocar fralda… o.O

2))) George Michael lança música nova na internet

YouTube Preview Image

*ELA ESTÁ DE VOLTA! Segurem seus maridos! Tranquem as portas, principalmente, a dos banheiros públicos! E de jeito nenhum repitam mentalmente George Michael, George Michael, George Michael em frente ao PC! Algo terrivel pode acontecer…tôdibrinks!

3))) ……………………………………………………………………..

(Deixei esse espaço pra você colar o terceiro lugar, na sua opinião, no sobe dessa semana. Sou muito legal, fala aê?)

1))) Tom Cruise e Katie Holmes se separaram após cinco anos de casamento

(Foto: Mario Anzuoni – 28.mar.11/Reuters)

*Uma lágrima de água com gás Perrier escorreu pela minha face direita de tanta tristeza… SÓ QUE NÃO. Todo mundo sabe que isso daê era um acordo financeiro. Katie ganhou milhões pra casar com ele e gerar a Rafa Justus Suri. Pena que non tem mais  Oprah pro Tom Cruise subir no sofá gritando: Eu sô gay, casei com ela por aparência, agora quero avoar knem borboleta!

2))) Programa da Fátima Bernardes estreia na Globo

(Foto: João Cotta – 25.jun.12/Divulgação TV Globo)

*PENA QUE NÃO TEM OPRAH. Mas tem a tentativa de imitação feita pela Fátima Bernardes. Que programa ruim, chato, cansativo e com assuntos blargh. Quem quer discutir adoção? Só quem quer adotar. A gente quer ver sangue, sexo, Carminha e Suelen na TV, dá licença! A única coisa boa desse programa é poder ver a Valéria do Zorra Total na forma humana de homem e sentir tesão por ele…

3))) “Usei camisinha, não sei o que aconteceu”, diz Carol Francischini

(Foto: Getty Images)

* Eu sei o que aconteceu! A Carminha foi lá e furou a camisinha pra pegar barriga do Tufão, antes da Carol fazer sexo com o Bruno, e daí a Adele engravidou.

)))))))))))))))))))

)))))))))Por hoje é só, pessoal!

Resumão:

Eu to apanhando pra fazer os posts porque ta tudo muito lento no meu PC, o Peagá disse que deve ser problema na memória da rã que mora dentro do meu computador… Tô desesperado, não consigo ver vídeos, nem ficar pelado na webcam, nem sei se o George Michael mandou bem na música nova. Inclusive, achava que a Adele tava grávida desde que lançou o primeiro disco, mas isso não é culpa da memória da  rã que mora dentro do meu computador.

Beijas,

L^^e!))).

Fontes: F5 e Deus e meu cérebro.

MAXturbação Mental #42

Olá meus queridos.  Tudo bem com vocês?  Estou de volta com mais uma história.  Espero que gostem.

“Há 3 anos, Rafael viajava para a Austrália para fazer um intercâmbio de 6 meses e tentar voltar com o inglês fluente.  Após sua chegada, muita coisa mudou, e o que seriam 6 meses acabou virando 3 anos.

Durante o tempo em que esteve por lá, conheceu muita gente diferente e viveu uma outra realidade.  Teve alguns namorados, mas acabou se firmando realmente com Brian, um australiano que já havia morado alguns anos em Buenos Aires.

Brian mostrou ao Rafael o outro lado da cidade.  Mostrou a ele o que era ter um relacionamento de verdade.  Ambos se amavam.  Lá eles podiam levar a vida de um casal gay como se fossem heteros.  Ninguém os apontava na rua caso quisessem andar abraçados ou fazer alguma demonstração de carinho em público.

O que parecia um sonho para Rafael era uma realização pessoal para Brian.  Assim como todos, ele sempre buscou um relacionamento sério e verdadeiro.  Até fazia planos para o futuro.

Mas o mundo dá voltas e tudo pode mudar de uma hora para outra.  E foi exatamente o que aconteceu.  Rafael precisava voltar ao Brasil.  Seus pais, já velhinhos, estavam precisando da presença dele, o pai havia adoecido de Alzheimer, e sua mãe temia que ele não se lembrasse mais do filho.  Seu pai já estava vivendo nos anos 80.

Depois de muito relutar, ele resolve voltar, mas deixa o namorado na Austrália.  Planos foram feitos para que muito em breve Brian também viesse e pudessem estar juntos novamente.

Despedida no aeroporto, lágrimas e juras de amor.  O que os consolava era o fato de que se veriam novamente muito em breve.

Em um gesto de carinho, Rafael tira a blusa que está usando e dá a Brian,  para que toda vez que sentir saudades, sinta o seu cheiro e saiba que a situação é temporária e que logo estarão juntos.

A chegada de Rafael ao Brasil foi muito comemorada, afinal de contas, os amigos e a família não o via há bastante tempo.

Passada a novidade da chegada, Rafael resolveu voltar a morar em seu apartamento , que não era na mesma cidade em que os pais moravam.  Reviu alguns amigos, fez novos… enfim… voltou a viver a vida que sempre teve aqui.

Apesar de estar aqui, sempre estava com o pensamento no namorado que havia deixado na Austrália.  Sempre se falavam via internet e juras de amor eterno eram reafirmadas.

Rafael retomou sua vida aqui de onde havia parado.  Era como se ele não tivesse ficado tanto tempo fora.  Voltou a sair, a frequentar baladas, bares, festas… e a ficar com outras pessoas.

Na cabeça dele, Brian estava fazendo o mesmo.  Ele sempre considerou o namorado extremamente “sexual”.  Não conseguia ficar muito tempo sem sexo.  E se fosse esse o caso, não teria problema algum para ele, pois estava fazendo o mesmo por aqui.

Alguns meses se passaram e vários parceiros também passaram pela cama de Rafael.  As coisas fugiram um pouco do controle e ele já não sabia mais o que sentia por Brian.  As juras de amor eterno, os planos de ficarem juntos aqui e tudo o que haviam planejado para o futuro começou a parecer muito estranho para ele.

Era a primeira vez que ele havia pensado em um futuro ao lado de alguém.  Brian foi o primeiro a mostrar para ele o amor verdadeiro e incondicional.  Mas a vida de solteiro também era boa!!!  Era bom para ele ficar com um homem diferente a cada dia.  Era prazeroso, mas no fundo era vazia.  A maioria deles só queria sexo fácil e mais nada.

Em meio a isso tudo, Rafael já vinha amadurecendo a idéia de como terminar o relacionamento com Brian.  Ele já não tinha mais certeza de nada sobre o que sentia.

Finalmente ele cria coragem e termina.   Deu algumas desculpas e não disse o real motivo.

Brian ficou arrasado.  O amor de sua vida, aquele com quem se imaginava no futuro havia terminado com ele, e a distância. Os motivos não pareciam plausíveis.  O amor que sentia por Rafael era capaz de superar tudo aquilo.

Aqui, Rafael, manteve suas 24 horas de “luto” pelo fim do namoro e continuou “pegando geral”.

Ficou claro que ele estava procurando suprir com sexo casual  a falta que Brian fazia a ele.  Mas por trás de tudo isso, havia um grande medo.  O medo de continuar a viver com o namorado a história que tinham na Austrália.

Convenhamos que viver no Brasil um relacionamento gay não é a mesma coisa.  Aqui ainda existe muito preconceito e discriminação.  Ele não tinha opinião própria e nem coragem para isso.  Seria sempre cercado pela ideia do que “os outros” falariam dele.

Viver fora do país, longe dos amigos e da família é realmente complicado.  A carência é maior e o primeiro que te oferece um pouco de carinho e atenção já é capaz de despertar não um amor, mas um sentimento de afeição muito grande.  O que não significa que Rafael não amasse Brian, mas o que ele sentia não era tão intenso quando o namorado imaginava que fosse.

A distância e a volta ao círculo familiar e de amizades, fez com que Rafael percebesse que aquela história era um conto de fadas do qual foi tirado a contra gosto.

Será que se ele voltasse para a Austrália, as coisas seriam diferentes e eles poderiam continuar de onde pararam?

Será que se Brian viesse ao Brasil conseguiria reconquistar Rafael?

Realmente não sei.  Isso só o tempo dirá.”

Super mega beijo a todos.

Max Castro.

Fiquei com um cara do meu trabalho

Fiquei com um cara do meu trabalho - Gays Gostam

Boa noite meninos do DQOGG.

Fiquei com um cara do meu trabalho - Gays GostamComo tudo que é bom deve ser elogiado, dexie-me começar dizendo que sigo o blog há alguns meses e ainda não encontrei outro tão bom quanto, embora esteja bem satisfeito a ponto de não sair por aí procurando concorrentes. Admiro mto o trabalho da turma ae.

Minha historia é a seguinte: não sou efeminado, por isso nunca tive problemas em ser discreto. Porém na empresa onde trabalho sou ainda mais discreto. Os únicos que sabem que sou gay são aqueles que ouviram por ae da boca de meia duzia de gatos pingados ou sacaram alguma coisa e chegaram para perguntar, confirmei sem problemas, mas pedi para que não espalhassem aos quatro ventos.

No entanto apareceu um rapaz novo na firma (tipo deus grego de 20 anos). Logo percebi sua sexualidade (acho que um que é sem pre reconhece outro nas redondezas), e comecei a investir.

Acontece que deu certo, ficamos, passamos uma noite que sei que me daria muita inveja se não estivesse presente (risos), trocamos números e facebooks (isso é o que me intriga, pois foi ele quem pediu), mas no fim do papo ambos concordamos que seriamos apenas conhecidos de escritório para os demais funcionários da empresa.

Trocando ideia no escritório mesmo, mas não mais nos encontamos em particular, apenas mensagens calientes. No entanto, desde a coisa mudou; ele foge de minhas mensagens no celular, no face, se mostra em Off pra mim no msn, porém dentro do escritório ele tem se mostrado mais saidinho para com a minha humilde pessoa. Vem trocar idéia na mesma mesa (nem espera pelo cafezinho como costumáva-mos fazer), quando chega na mesa, senta sobre ela, solta piadinhas que poderiam ser consideradas mais intimas e todo dia na hora de sair do escritório, ele passa na minha mesa, aperta minha mão e lança um sorriso que me derruba e que sei que derruba qqer uma ao redor (até heteros se bobear).

Para quem tenta manter imagem de hetero isso pode ser meio perigoso, mas não ligo pra isso, e nunca liguei. Me preocupo mais com os sentimentos e o clima que pode ficar entre nós caso esse planinho dê errado.

Eu quero pedir para que pare com essa criancisse, mas tenho medo de estar entendendo mal a coisa toda e acabar perdendo de vez o afeto do boy. E como não estou conseguindo contato fora da empresa e ainda não tive a chance de agarrar o garoto em um dos elevadores (que percorre 7 andares) para ‘conversar.

A minha grande dúvida é: será que corro muito risco de perder o garoto caso chegue pedindo para que cresça e se assuma de uma vez? Têm alguma outra sugestão?

Muito obrigado pelo espaço meus queridos.

Junior, 22 anos – Campinas/SP

[twitter-follow screen_name='PeagaPenalvez' show_count='no']

Fique com um cara no meu trabalho - Do Que Os Gays Gostam

Foto: Google Images

Olá Junior, fico MUITO feliz em saber que curte nosso blog. Tentamos fazer o melhor para vocês leitores. Obrigado pelo carinho e confiança.

Situações assim no ambiente de trabalho realmente são um pouco complicadas. Não digo de saberem que você é gay, mas o ‘relacionamento’ entre vocês. Muitas empresas não gostam que seus funcionários tenham tal intimidade, porque as vezes pode dar problema.

Pelo que entendi, o rapaz é novo e nem sempre nessa idade temos maturidade para viver um relacionamento assim. Outra coisa que me passou pela cabeça é de que ele ainda está se descobrindo como gay, e ainda precisa se entender um pouco antes de qualquer coisa. Talvez, por isso, que ele fique com esses joguinhos de na empresa dar bola e nas mídias sociais não responder. OU…

… Se ele não fala com você nas mídias sociais e celular, você já pensou se ele tem alguém mais sério na vida dele? Pode acontecer de não responder nada no Facebook com medo de que o namorado leia [ou algum familiar].

Acho que uma conversa SEMPRE AJUDA. Sentar e trocar ideia sobre o que acontece não é encostar uma arma na cabeça dele, mas sim mostrar que você está interessado nele e gostaria de saber se é correspondido ou se pode ter esperança de ter algo mais profundo.

Quanto a ele se assumir de uma vez a coisa complica, porque não sabemos se ele quer isso para a vida dele. Sim, algumas pessoas passam a vida escondendo sua sexualidade por medo do preconceito. Sempre sou a favor da verdade, até para levar uma vida mais livre, leve e sem stress. Nem todos pensam assim, então o melhor mesmo é deixar isso a cargo dele escolher.

Se você sente algo por esse boy magya e acha que pode dar certo, qual o problema de chamá-lo para um conversinha quando ele sentar na sua mesa de novo? Convide-o para um café, suco, cerveja, vinho… qualquer coisa. E seja feliz!!!

[PS- Por favor, antes de agarrá-lo no elevador verifique se há câmeras, porque isso sim pode ser um grande problema para vocês]

Homofobia Fora de Moda: Eis os vencedores

Homofobia Fora de Moda

[twitter-follow screen_name='PeagaPenalvez' show_count='no']

O projeto Homofobia Fora de Moda é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura, por meio da Assessoria de Gêneros e Etnias, junto com a Secretaria Municipal de Participação e Parceria (Coordenadoria de Assuntos da Diversidade Sexual) e com a Casa de Criadores.

As 40 camisetas ficaram expostas no Memorial da América Latina, e grandes nomes da moda como Alexandre Hercovitch e Lilian Pacce passaram por lá e deram suas notas, todos em prol da campanha contra o preconceito. Maisa Calman, 1º colocada, deixou seu recado na estampa que criou: ‘Homofobia não faz sentido‘.

O concurso deste ano chegou ao fim, mas a batalha contra a homofobia continua. As quarenta camisetas selecionadas irão compor uma nova versão da exposição “Homofobia Fora de Moda”, que irá circular por diversas cidades de São Paulo durante atividades voltadas para a diversidade sexual, em iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura em parceria com prefeituras e organizações não-governamentais.

Confira os vencedores:

Maisa Calman, de São Paulo

Homofobia Fora de Moda

Antonio Lima, de João Pessoa

Homofobia Fora de Moda

Rodrigo Paes, de São Paulo

Homofobia Fora de Moda

[twitter-follow screen_name='PeagaPenalvez' show_count='no']

Rainbow Links #7

Posições Sexuais - Do Que Os Gays Gostam

 

[twitter-follow screen_name='PeagaPenalvez' show_count='no']

Só descer e clicar nos links maravilhosos que separamos para vocês!!!

[Inspiração - Orgulho Gay]

Posições Sexuais - Do Que Os Gays Gostam

Sai Daqui! – ‘So be it’

Thiago Marzano – Desfile de Lingeries da Scala

Tem Graça ou Não!? – Salto Radical

Bacon Frito – Estreias da Semana – 29/06

Cintura Larga – Tomar colágeno ajuda a evitar estrias?

Posições Sexuais - Do Que Os Gays Gostam

Feed By Frames – Doc: A Arte Urbana – será que agora vai?!

Meu Vestido Preto – Sombras da Noite – Tim Burton

Apimente.me – Posições Sexuais mais difíceis

Divora – Está tudo bem com o orgulho gay?

Mauoe - Mulher engravida de filme pornô 3D

Posições Sexuais - Do Que Os Gays Gostam

Dá Um Post - Apocalipse Zumbi no The Sims

Tequilas Man -Three Days Grace

Lu Pompoar – 7 mentiras sobre homens e sexo

Red Hair Tattoo – Quando o amor vira tatuagem

As Biritas - Chris Hemsworth, o Thor de Os Vingadores [HOT]

Cineclube LGBT faz uma sessão especial em prol do Casamento Igualitário

[twitter-follow screen_name='PeagaPenalvez' show_count='no']

O Cineclube LGBT comemora 4 anos, e em prol casamento igualitário fará uma sessão especial e além disso sorteará brindes incríveis:  camisas da campanha autografas por ninguém menos do que Ney Matogrosso e Isabella Taviani, ambos participantes da campanha, junto com muitos outros artistas. Confira os artistas que participam da campanha aqui.

O deputado [queridíssimo] Jean Wyllys também participará da comemoração e falará sobre a campanha pelo casamento igualitário.

Reforçando a iniciativa, o Cineclube retoma a parceria com o Rio Festival Gay de Cinema, que chega lindo em sua segunda edição, para exibir o longa ‘O Direito de Amar’ [The Right To Love], documentário de Cassie Jaye que faz um panorama da luta da sociedade LGBT para legitimar a igualdade no casamento, entre outros direitos civis, nos Estados Unidos, a partir dos desafios enfrentados por um casal gay da Califórnia e seus dois filhos adotivos.

Cineclube LGBT é um espaço importantíssimo de sociabilidade, interação e formação de centenas de pessoas, que faz sessões todos os meses no Rio de Janeiro. É um lugar frequentado por um conjunto diverso de pessoas, que têm a oportunidade de assistir a filmes com temática LGBT que quase nunca são exibidos no circuito comercial — infelizmente. Além de tudo isso, sempre depois das sessões tem uma festinha super animada comanda pelo VJ Great Guy.

A sessão de 29/6 ainda contará com dois curtas, frutos da tradicional parceria do Cineclube com o FEMINA – Festival Internacional de Cinema Feminino, cuja programação está imperdível. No colombiano Quem me diz o que é o amor? [¿Quién me dice qué es el amor?], a monogamia é posta em xeque com uma análise das transformações do relacionamento, por meio da exposição da vida conjugal da diretora do curta, Paula Fernanda Sanchez, e sua esposa, Sophia. Já em Garotas da Moda, Tuca Siqueira retrata a história da banda homônima de travestis da zona da mata pernambucana.

A noite vai fechar bombada com o VJ Great Guy mandando o top do pop na festinha pós-sessão. Fiquem atentos: pelo Twitter @CineclubeLGBT e pelo Facebook, haverá sorteios de ingressos.

| SERVIÇO | CINECLUBE LGBT |
|ONDECinema Odeon Petrobras, Cinelândia – RJ
|QUANDO29/06 | 21h
|QUANTOR$ 18,00 (inteira) e R$ 9,00 (meia)
|INFORMAÇÕES(21) 2240.1093

Briga na audiência sobre ‘cura gay’

Cura Gay

[twitter-follow screen_name='PeagaPenalvez' show_count='no']

Ontem falamos sobre a ação movida pelo de~PUTA~do João Campos que pretende regulamentar a ‘cura gay por profissionais de psicologia. O debate foi hoje e terminou em muita discussão e gritaria.

A profissional chamada pela bancada evangélica para defender essa asneira foi Marisa Lobo, que se auto-denomina ‘psicóloga cristã‘. Não sei o que psicologia tem com relação a religião, mas sinceramente acho que não tem nada mesmo, é apenas mais uma das tantas merdas que esse bando de fanáticos criam. Enfim… enquanto Marisa falava, ativistas a chamavam de barraqueira.

Em afirmações que circularam pelas mídia sociais, há uma imagem da psicologa dizendo: ‘A minha classe á a cristã, o resto é resto, não me importo‘. Finalizando, ela faz referência ao homofóbico Silas Malafaia. Isso que podemos chamar de postura profissional, não é mesmo???

Confira a imagem:

Cura Gay

O Conselho Federal de Psicologia nem se deu ao trabalho de enviar uma representante, e ainda chamou a composição da mesa de ‘pouco equilibrada‘, e se fez representar por um manifesto que foi lido ~em partes~ pelo relator do projeto, deputado Roberto de Lucena.

Ativistas dos direitos gays que estavam presentes, tentaram ler o manifesto completo, mas foram retirados do local pelos seguranças.

Os deputados Jean Wyllys e Érika Kokay criticaram o projeto e tão logo terminaram se retiraram do local. Acredito que seja uma forma de mostrar sua indignação quanto ao projeto.

Cabelo, cabelera, cabeludo, descabelado…

GoFashion

[twitter-follow screen_name='FelipeGazz' show_count='no']

Olá meus queridíssimos. Estavam com saudades? Pois é, eu estava. Dei um tempo nos posts aqui do blog porque a minha vida tava toda errada rsrsrsrs… Tinha mais capítulos imperdíveis e fatos inesperados do que a Avenida Brasil, o que me deixou impossibilitado de escrever essa coluna tão bonita pra vocês. Mas os dias bons voltaram e estou aqui, cada pedacinho pra vocês. Touch my body!

Todos vocês sabem que um corte de cabelo bacana faz toda a diferença no look nosso de cada dia, certo? Juntando isso ao fato da estação ter mudado, tô trazendo pra vocês os cortes que serão as tendências para essa estação. Você vai achar que já viu o que tá aqui pelas ruas em 2011 e até mesmo em 2010 mas não se enganem! Os cortes podem parecer os mesmos mas são releituras do que fez a cabeça dos meninos nesses dois últimos anos. Graças á Deus que tendência de corte masculino dura anos né? Diferente dos cortes femininos que mudam a cada mudança de estação, geralmente.

Vamos lá?

Brit rock indie - Inspirado em várias bandas indie britânicas e vários desfiles da Burberry, este corte segue uma regra básica: jogar o cabelo pra frente, fora isso, nada é regra, as laterais podem ser mais curtas, o cabelo pode ser mais desfiado ou mais inteiro, mais volumoso ou mais slim. O ideal é conversar com o cabeleireiro para definir quais são as opções e melhores alternativas. Para estilizar, pomadas de fixação média e efeito matte. Este corte é indicado para cabelos lisos, ondulados e cacheados.

Curly Mop Top - Para cabelos encaracolados e médios também existe moda. O corte não tem muito segredo, mantêm o comprimento, algumas camadas nas pontas e um pouco desfiado. Agora a forma de estilizar este corte é…digamos uma arte, o importante é não deixar compactado como um blackpower, nem deixar todo solto como um náufrago, algo entre essas duas descrições é perfeito, você pode separar grupos aleatórios dos fios e enrolar com os dedos quando o cabelo ainda estiver úmido. O produto ideal para finalizar é uma pomada fibrosa, que não vai deixar o cabelo engordurado, passe longe do gel.

Quiff - Topete, não qualquer topete, algo realmente alto e com as laterais bem mais baixas, que podem ou não ser mais curtas (mais compridas, slick quiff/mais curtas, rock quiff). Este é um penteado que pode dar um pouco de trabalho para ser finalizado, pois é necessário o uso de secador e spray de fixação, mas o trabalho compensa pela visibilidade que o penteado cria, representa uma mistura de James Dean e uma vontade insana de ganhar a mulherada. O importante deste tipo de corte de cabelo é criar volume no topete e na parte de cima do cab elo e manter as laterais e atrás sem volume, tudo de forma bem limpa, sem encher o cabelo de pomadas. Ideal para cabelos lisos ou ondulados.

Rockabilly - Sim, um corte que esteve na moda nos últimos anos e continua muito bem é o rockabilly com laterais sem volume e topete… Opa! Peraí, então qual a diferença entre o Quiff e o Rockabilly? A limpeza. No rockabilly o cabelo pode ser fixado com gel ou pomada e pode ter uma aparência mais bagunçada. Mais ou menos como o Elvis no final de um show. Serve para cabelos ondulados ou enrolados.

Slicked back undercut - Uma releitura do corte de cabelo “mafioso”, com a parte de cima comprida, as laterais e parte de trás raspadas. Na parte de cima o cabelo é penteado firmemente para trás e fixado com gel ou pomada de brilho. Corte ideal para cabelos lisos.

Sei que o nosso querido Leandro que também escreve nesse blog vai dizer: “Porque esse careca tá falando sobre corte de cabelo?” E eu já vou antecipadamente responder: Por que sim! Hahaha

Meninos, espero que tenham gostado e que saibam escolher o melhor corte pra vocês. Escolheu e não curtiu? Não tem problema, o cabelo cresce novamente e você tenta mais uma vez até escolher o que te agrada mais.

Fiquem lindos e #GoFashion

O misterioso mundo do macho vagabundo, ousado e com odor atraente…

feio2

“Oiee, so super fãn do blog e ja eh a 3 pergunta q faço u.u! gosto muuito do pessoal dai do blog e eh ate dificil escolher os preferidos, mas eu acho q seria o grande Peagá Peñalvez, o carismatico L^^e! Lan e o gatxinho do Tomás Oliveira (gato) KKKKKKK’, mas voltemos as perguntas

      1 -Por que os homens com um jeito mais masculino, vagabundo e ousado teem um magnetismo gigantesco em quase todos nos, enquanto os mais ‘afeminados’ ja não têm tanto poder?
 
       2 -Por que o cheiro que alguns homens emanam são tao ‘convidativos’?
 
bjaao ;D”
– Sanderson, 16, Mossoró.

[twitter-follow screen_name='Mr_Lan_' show_count='no']

))) Querido leitor, Sandy, digo, Sanderson, obrigado pelo terceiro e-mail com perguntas! E pelo “carismático” que atribuiu a mim. Lágrimas de Monange (da tampinha azul) desceram pela minha face esquerda de tanta emoção! :p

Deve ter gente que sente atração por esse boy e a ciência explica: feromônios (ou cachaça). (Foto: Getty Images)

Você escreveu faz tanto tempo que o Thomas nem tá mais escrevendo pro blog. Mas, se quiser, te passo o e-mail dele pra vocês fazerem coisinhas virtuais juntos.(6)

))) Resposta 1 – gosto é igual bunda, todo mundo tem, mas varia de forma e tamanho: tem quem goste de cara mais machão, tem quem goste de um afeminado. Agora, quanto a ser vagabundo e ousado…isso fica por sua conta. Eu trabalho, sou limpinho e não quero saber de gente vagabunda do meu lado. Mas, se o que você se referiu é que amamos um cara safado, bom… Antes safado do que tapado. (Esse é meu lema!). É preciso lembrar que por mais cafajeste e apaixonante que o cara seja, por melhor que transe e te deixe louco, você precisa se amar e se dar o respeito, no sentido de não virar um brinquedo nas mãos do cafa. Mais ou menos assim: entregue seu corpo pra quem sentir vontade, mas só entregue seu coração pra quem fizer por merecer e souber te dar valor. (Eike filosófico tô hj!).

))) Resposta 2 - Eu acho que você ta com os hormônios gritando, querendo que eu te dê uma desculpa pra justificar que você ta querendo rodar a banca e ganhar o apelido de “corrimão” em Mossoró. Mas, enfim, todo ser humano emite sim um “odor” que serve para atrair o sexo oposto, isso vem do reino animal, que é uma “ajudinha” da natureza para que ocorra o acasalamento. Talvez, nós gays, tenhamos algo em nosso cérebro que nos faça sentir atração pelo odor masculino, ao invés do feminino. O fato é que, se você não se referia a isso, e gosta de cheiro de suor, cheiro forte de homem… vou ali orar pela sua alma, digo, não vou te julgar, apenas direi que prefiro homens cheirosos.

Acho que é isso, tem boy que tem um magnetismo sexual tão forte que prestamos mais atenção nele e o desejamos loucamente. Tem dias que estamos subindo pelas paredes e passamos a olhar com bons olhos até o boy mais zuado. Tudo na vida depende.

Beijas,

L^^e!))).

Quem precisa ser curado? de’PUTA’dos discutem a cura gay amanhã

Cura Gay

[twitter-follow screen_name='PeagaPenalvez' show_count='no']

Amar Diferente não é doença, é apenas ~AMOR~

Amanhã acontece uma audiência público na Câmara dos de’PUTA’dos e o assunto será se psicólogos podem ou não tratar a homossexualidade das pessoas. Ao ler essa matéria, simplesmente fiquei pasmo que em pleno século 21 gays e lésbicas ainda sejam vistos como doentes mentais.

O projeto dos de’puta‘dos é reverter uma lei do Conselho Federal de Psicologia que proíbe que psicólogos emitam opiniões públicas ou tratem a homossexualidade como um transtorno.

O pior é que o próprio psiquiatra que criou o tratamento para a cura da homossexualidade já se retratou e disse que tal tratamento é acima de tudo desumano e errôneo, e que a homossexualidade não tem cura, porque não é uma doença.

A ideia foi do de’PUTA‘do João Campos [PSDB-GO], líder da Frente Parlamentar Evangélica, e diz que o conselho ‘extrapolou seu poder regulamentar ao restringir o trabalho dos profissionais e o direito da pessoa de receber orientação profissional‘.

Acorda de’PUTA‘do, eles são ‘apenas’ o Conselho Federal de Psicologia, né? O que eles entendem sobre a área que estudaram por tanto tempo não é mesmo? Claro que uma pessoa como o senhor entende muito mais que esses profissionais que passaram a vida estudando sobre o assunto. É cada uma que esses bandifanático inventa!!!

Não sou doente, e de des’viado‘ tenho apenas o ‘VIADO‘ mesmo. É tanto preconceito e dogma religioso misturado com política que sinceramente duvido cada vez mais que o Brasil saia da lama com tanto político dessa laia.

A cura gay não é nada além de preconceito camuflado, até mesmo dessas pessoas que imaginam existir uma cura para a homossexualidade. Talvez, se vivêssemos em um país onde o respeito e tolerância fossem o alvo principal dos de’PUTA‘dos essas mesmas pessoas que se odeiam e não entendem que a sexualidade [seja hetero ou homo] é natural e algo que ao meu ver não pode ser mudado, nem com muita oração, sessão de descarrego, remédios ou idas ao psicólogo.

[twitter-follow screen_name='PeagaPenalvez' show_count='no']

Facebook

Twitter